Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Colunistas / Olimpitacos » Ex-número 1

Murray 'culpa' morfina por mostrar demais em raio-X

Tenista britânico diz que mudança no nome da quadra Margaret Court deve ser considerada

Redação Olimpitacos Publicado em 17/09/2020, às 13h27

Andy Murray relembrou cirurgia no quadril
Andy Murray relembrou cirurgia no quadril - Divulgação/Instagram

Andy Murray está retornando a carreira após mais de dois anos lutando contra uma lesão no quadril. Para resolver o problema o tenista britânico chegou a passar por algumas cirurgias. Em uma das ocasiões, o ex-número 1 do mundo publicou um raio-X e acabou mostrando demais, não percebendo que as partes íntimas estavam à mostra na imagem.

"Acho que foi na manhã seguinte da operação. Eu estava 'dopado' na hora. Estava tomando todo os tipos de medicamentos, morfina e tudo mais. Obviamente, não estava pensando direito ou conferindo muito cuidadosamente", declarou em entrevista para a revista Pride Life.

Murray levou na boa o ato falho. "Eu nunca cometi um erro assim antes, mas se as pessoas acharam engraçado, tudo bem. Acho que a lição a ser aprendida é que se você acabou de passar por uma grande cirurgia e recebeu morfina, então deve ficar fora das redes sociais por um tempo", afirmou.

Durante o papo, Murray ainda comentou sobre a possibilidade de mudança do nome da Margaret Court, na Austrália. A quadra principal do primeiro Grand Slam da temporada é uma homenagem a Margaret Court, maior vencedora de Majors do tênis. Porém, a ex-tenista australiana teve posicionamento polêmico em questões sociais nos útlimos anos.

"Isto é algo que o mundo do tênis deve considerar. Acredito que os valores que Margaret Court defende não representam aquilo que é o tênis. Quando chega o Aberto da Austrália, você quer se concentrar no tênis. As opiniões que ela defende tiram valor da modalidade", comentou o britânico.

Margaret Court já afirmou que os transsexuais não deviam competir em alto nível e que é contra o casamento homossexual. "Ninguém deveria poder mudar o gênero que Deus nos deu, mas se o fazem não devem deixar que façam esporte porque isso trará enormes prejuízos para uma sociedade justa", afirmou à Ubi Tennis.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!