Sportbuzz
Olimpíadas / FUTEBOL

Tóquio 2020: COB afirma que vai buscar medidas jurídicas contra CBF por não uso de agasalho de patrocinador

Jogadores da seleção brasileira não usaram o agasalho do Time Brasil no pódio do futebol masculino nos Jogos Olímpicos

Redação Publicado em 08/08/2021, às 12h53 - Atualizado às 12h55

Tóquio 2020: COB afirma que vai buscar medidas jurídicas contra CBF por não usar agasalho de patrocinador - GettyImages
Tóquio 2020: COB afirma que vai buscar medidas jurídicas contra CBF por não usar agasalho de patrocinador - GettyImages

Durante a cerimônia de entrega da medalha de ouro, a seleção olímpica de futebol masculino não usou o agasalho da patrocinadora oficial do Time Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio e a decisão fará o Comitê Olímpico do Brasil (COB) entrar em ação jurídica contra a CBF.

Em coletiva de imprensa para falar do balanço do Brasil na Tóquio 2020, o diretor de esportes do COB, Jorge Bichara, criticou a condução da CBF no pódio do futebol masculino.

“O COB está satisfeito com o desempenho do futebol, conquistamos o bicampeonato olímpico. Estamos extremamente satisfeitos com a performance da equipe, mas lamentamos a atitude dos atletas no pódio. Lamentamos a atitude da Confederação Brasileira de Futebol na condução do caso. Agora, ele sai da esfera esportiva e entra em uma esfera jurídica que vai ser inserida pela área jurídica”, afirmou Bichara.

Na mesma coletiva, Paulo Wanderley, presidente do COB, garantiu que a premiação da seleção olímpica não terá cortes por conta da decisão da CBF na cerimônia das medalhas.

“Viemos para cá com a promessa de que, em caso de medalha, teria a premiação. Não vamos mudar isso. Mas vamos ver outras consequências depois da nossa atuação específica em relação a esse tema”, disse Paulo Wnaderley.

No último sábado, 7, após a entrega da medalha de ouro para o Brasil no futebol masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Comitê Olímpico do Brasil divulgou uma nota oficial para se manifestar contra a decisão da CBF de entrar com o agasalho da fornecedora do Time Brasil amarrado na cintura. Confira o comunicado na íntegra:

“O Comitê Olímpico do Brasil repudia a atitude da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e dos jogadores da seleção de futebol durante a cerimônia de premiação do torneio masculino.

No momento, as energias do Comitê estão totalmente voltadas para a manutenção dos trabalhos que resultaram na melhor participação brasileira na História das Olimpíadas.

Por este motivo, apenas após o encerramento dos Jogos o COB tornará públicas as medidas que serão tomadas para preservar os direitos do Movimento Olímpico, dos demais atletas e dos nossos patrocinadores.”


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!