Sportbuzz
Olimpíadas / PARALIMPÍADAS!

Na estreia do parataekwondo nas Paralimpíadas, Nathan Torquato garante o ouro para o Brasil!

Nathan Torquato se tornou campeão da categoria até 61kg, classe K44 do parataekwondo nas Paralimpíadas

Redação Publicado em 02/09/2021, às 10h45

Nathan Torquato comemorando o ouro no parataekwondo das Paralimpíadas - GettyImages
Nathan Torquato comemorando o ouro no parataekwondo das Paralimpíadas - GettyImages

Não tinha como o parataekwondo estrear de melhor forma nas Paralimpíadas do que com o Brasil não só ganhando, mas levando o ouro. O responsável foi Nathan Torquato, de 20 anos, pela categoria até 61kg, classe K44.

O duelo por si só já teria sido eletrizante, mas antes, na semifinal que definiria o rival do brasileiro foi entre Homaed Elzayat, do Egito, e Daniil Sidorov, do Comitê Paralímpico Russo.

Por lá, o russo deu um golpe irregular no egípcio, que teve que deixar a arena de maca, e foi desclassificado.

De início, a informação era de que Elzayat tinha sofrido uma concussão, e por conta disso, não poderia voltar à o duelo. Inclusive, a World Taekwondo (WT) chegou a comunicar a vitória por W.O. para a comissão técnica do Brasil.

Por conta disso, as redes sociais da Confederação Brasileira de Taekwondo comemoraram antecipadamente o título em uma postagem.

No entanto, 30 minutos depois, a WT voltou atrás na decisão, e chegou a informar para a equipe brasileira que o golpe considerado como ilegal na verdade teria atingido o pescoço, e que o egípcio talvez tivesse condições de voltar a lutar.

Mas a situação se complicou ainda mais, já que no momento em que isso foi avisado, Homaed Elzayat já estava no hospital da Vila dos Atletas. Ele até voltou a tempo da disputa, mas sem condições de lutar.

Dessa forma, ele se apresentou apenas na sequência, para o árbitro oficialmente interromper o combate. Foi o suficiente para confirmar Nathan como campeão paralímpico na estreia do parataekwondo nas Paralimpíadas.

Até chegar ao ouro, a campanha de Nathan Torquato teve outras três outras vitórias.

Na estreia, superou tranquilamente Parfait Hakizimana, do time de refugiados, por 27 a 4. Nas quartas atropelou o japonês Mitsuya Tanaka por 58 a 24, e na semifinal o triunfo foi sobre o italiano Antonino Bossolo por 37 a 34.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!