Sportbuzz
Olimpíadas / FUTEBOL FEMININO!

Campeãs! Nos pênaltis, Canadá bate a Suécia, e se torna campeã inédita no futebol feminino das Olimpíadas!

Canadá superou a Suécia na emocionante disputa de penalidades depois de um tempo normal, e uma prorrogação bem equilibradas

Redação Publicado em 06/08/2021, às 11h47

Jogadoras da Suécia comemorando o gol diante do Canadá nas Olimpíadas - GettyImages
Jogadoras da Suécia comemorando o gol diante do Canadá nas Olimpíadas - GettyImages

Na manhã desta sexta-feira, 6, Suécia e Canadá entraram em campo pela decisão, na final do futebol feminino das Olimpíadas! Qualquer um que vencesse hoje, iria fazer história na competição.

Isso porque o Canadá, com dois bronzes, em Londres-2012 e Rio-2016, e a Suécia, prata na Rio-2016, apesar de já terem conquistado suas medalhas, nunca subiram no lugar mais alto do pódio nas Olimpíadas.

A Seleção da Suécia chegou à decisão com 100% de aproveitamento nos Olímpicos. A equipe estreou vencendo a favorita seleção dos Estados Unidos por 3 a 0, depois bateu a Austrália por 4 a 2 e a Nova Zelândia por 2 a 0, terminando a primeira fase na liderança do Grupo G.

Já nas quartas de final, a Suécia passou pelo Japão, vencendo por 3 a 1, e logo depois, derrotou novamente a Austrália na semifinal, por 1 a 0.

Do outro lado, a Seleção do Canadá chegou depois de ter vencido apenas duas partidas nas Olimpíadas. Na estreia, a equipe empatou em 1 a 1 com o Japão, depois venceu por 2 a 1 diante do Chile, e se deparou com um novo 1 a 1 na terceira rodada, contra a Grã-Bretanha, que acabou garantindo o Canadá o segundo lugar no Grupo E.

Pelas quartas de final, as canadenses eliminaram o Brasil nos pênaltis, depois do empate em 0 a 0 no tempo normal. Logo depois, a seleção não só venceu, mas fez história batendo por 1 a 0 os Estados Unidos na semifinal.

Confira como as equipes entraram em campo para a partida, e como foi o jogo:

Escalações

O jogo

Primeiro tempo

No início do jogo, a seleção canadense teve dificuldades para chegar ao campo de ataque, diante da forte marcação sueca.

Aos oito minutos, depois do cruzamento da direita, a bola sobrou na área para o chute de Angeldal, que bateu na defesa e ficou em disputa até a defesa do Canadá aliviar o perigo.

No minuto seguinte, mais pressão da Suécia! Jakobsson evitou a saída pela linha de fundo e cruzou para Ericsson chutar forte da esquerda, de primeira, na esquerda do gol canadense.

Com 14 minutos, foi a vez do Canadá chegar. 

Prince levou o Canadá ao seu primeiro ataque em jogada individual pela esquerda. Depois de passar entre duas adversárias, ela foi ao fundo e cruzou rasteiro, mas a defesa sueca fez o corte preciso.

Beckie ainda voltou a levar perigo pela direita, mas a zaga sueca se salvou. Depois de alguns sustos no início, o Canadá foi ficando melhor na partida.

Aos 28, aconteceu a melhor chance da Suécia até aqui. Rolfö cruzou da direita, Jakobsson cabeceou com perigo, e Labbé espalmou no canto esquerdo.

Com 32 minutos, polêmica! Depois da disputa de bola na área canadense, as jogadoras suecas reclamaram de um toque na mão de Quinn, mas a arbitragem não viu pênalti no lance.

Mas não foi preciso reclamar, porque dois minutos depois, a Suécia abriu o placar!

Asllani avançou pela direita, entrou na área e cruzou rasteiro para Blackstenius chutar de primeira, vencendo a goleira Labbé.

Fim do primeiro tempo!

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o Canadá chegou pressionando para reverter o resultado. De novo Leon foi acionada pela direita e cruzou com perigo. A zaga afastou, e Grosso chutou de primeira, da entrada da área, por cima do gol.

Aos 18 minutos, as canadenses pediram pênalti. Sinclair recebeu na área e caiu ao sofrer a entrada de Ilestedt. A árbitra russa Anastasia Pustovoitova foi chamada pelo VAR para rever o lance. Depois da análise no monitor, a árbitra marcou pênalti para o Canadá.

Na cobrança, gol de Fleming! A meia canadense cobrou o pênalti no canto direito de Lindahl, que caiu para o outro lado.

Logo depois do gol, Lawrence cruzou da direita, Lindahl cortou mal e saiu atrapalhada para tentar o rebote, mas Rose chegou primeiro e rolou para Lawrence chutar para o gol, mas a zaga sueca cortou para escanteio.

Ainda depois do escanteio cobrado na direita, a Suécia não conseguiu tirar a bola, Fleming recebeu na entrada da área e chutou com perigo, por cima do travessão.

Já aos 43, a zaga do Canadá cortou mal o cruzamento da direita, e a bola sobrou para o chute cruzado de Asllani, mas Buchanan salvou bem em cima da linha.

Em seguida, Lawrence recebeu na área pela direita e cruzou rasteiro, mas ninguém conseguiu concluir para o gol. O Canadá seguiu no ataque, e Fleming chutou da entrada da área, mas mandou por cima.

Fim de jogo!

Prorrogação - Primeiro tempo

No tempo adicional, Lawrence avançou em contra-ataque pelo meio, chegou à intermediária de ataque e rolou na esquerda para Rose, que chutou para fora.

Aos três, Fleming recebeu na direita e cruzou para Rose na área, mas a zaga sueca cortou para escanteio.

Prorrogação - Segundo tempo

Na segunda etapa do tempo adicional, o ritmo já foi caindo bastante, e aos seis Rose passou por Björn e cruzou na medida para Huytema cabecear à esquerda do gol sueco.

Aos 12, Andersson fez uma boa jogada pela esquerda e cruzou bem fechado, mas a defesa canadense conseguiu evitar o gol na disputa pelo alto quase em cima da linha.

Fim da prorrogação!

Pênaltis

Placar: Suécia 2 x 3 Canadá

Suécia - Goleira defendeu

Canadá - Gol

Suécia - Gol

Canadá - Goleira defendeu

Suécia - Gol

Canadá - Perdeu

Suécia - Goleira defendeu

Canadá - Goleira defendeu

Suécia - Perdeu

Canadá - Gol

Suécia - Goleira defendeu

Canadá - Gol


 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!