Sportbuzz
Olimpíadas / NATAÇÃO - MASCULINO

Bruno Fratus faz história nas Olimpíadas, conquista o bronze, e a quarta medalha do Brasil nos 50m livre!

Bruno Fratus reafirmou a tradição do Brasil nos 50m livre das Olimpíadas

Redação Publicado em 31/07/2021, às 22h42

Bruno Fratus comemorando a conquista do bronze nos 50m livre das Olimpíadas - GettyImages
Bruno Fratus comemorando a conquista do bronze nos 50m livre das Olimpíadas - GettyImages

Na noite deste sábado, 31, Bruno Fratus fez história nas Olimpíadas, e na natação do Brasil, conquistando a medalha de bronze nos 50m livre. Com tempo de 21s57, o atleta se sagrou o nono nadador do país a subir ao pódio do maior evento esportivos do mundo.

Com essa posição, ele ficou atrás do Caeleb Dressel, que marcou 21s07, o novo recorde olímpico, e de Florent Manaudou, da França, que fez 21s55. Pelas semifinais, ele havia sido o terceiro mais rápido na classificação.

Além de conquistar o bronze, ele reafirmou a tradição do Brasil em provas de velocidade, que incluem os 50m livre e os 100m livre, nas Olimpíadas.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por SportBuzz (@sportbuzzbr)

 

Depois de chegar na final da modalidade em 2012 e em 2016, e não conseguir ficar entre os três melhores, o nadador finalmente conseguiu a tão medalha olímpica. Em Tóquio, ele ganhou o bronze que fez o Brasil igualar o desempenho em Londres, tendo dois pódios na natação.

Essa foi a 16ª conquista do Brasil na natação em todas as edições das Olimpíadas, e a segunda em Tóquio. A primeira nesses Jogos foi conquistada por Fernando Scheffer, nos 200m livres.

Fratus é dono de sete medalhas em Jogos Pan-americanos, sendo cinco de ouro e duas de prata, todas elas conquistadas entre Guadalajara 2011 e Lima 2019.

Além disso, em seu currículo, o nadador tem quatro medalhas em Campeonatos Mundiais, sendo três pratas e um bronze, em Kazan 2015, Budapeste 2017 e Gwangju 2019.

Bruno Fratus foi o último nadador brasileiro a competir em Tóquio nesta noite.

Na piscina do Centro Aquático Olímpico, o Brasil participou de quatro finais, além do bronze de Scheffer, disputou medalha nos 200m borboleta, com Leo de Deus terminando em 6º, 800m livre, com Guilherme Costa ficando em 8º, e 4x100m livre, também em 8º colocado.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!