Sportbuzz
Olimpíadas / OLIMPÍADAS - VÔLEI

Bruninho desabafa após derrota do Brasil nas Olimpíadas: "Frustração muito grande"

Líder do Brasil, Bruninho não conseguiu mais uma medalha nas Olimpíadas

Redação Publicado em 07/08/2021, às 04h31

Líder do Brasil, Bruninho não conseguiu mais uma medalha nas Olimpíadas - GettyImages
Líder do Brasil, Bruninho não conseguiu mais uma medalha nas Olimpíadas - GettyImages

Na madrugada deste sábado, 07, Brasil e Argentina entraram em quadra para disputar a medalha de bronze do Vôlei masculino. Além do objetivo de subir ao pódio, Bruninho e companhia ainda tinham um clássico mundial para jogar.

E como não poderia ser diferente, o clássico foi para lá de especial. Em um jogo espetacular, a Argentina soube se recuperar no duelo e venceu o Brasil por três sets a dois (parciais de 25/23, 20/25, 20/25, 25/17 e 15/13). Com o triunfo, os argentinos levaram o bronze nas Olimpíadas.

 

Logo após a derrota nas Olimpíadas, Bruninho concedeu entrevista ao Grupo Globo e falou sobre a frustração de ficar fora do pódio. Ciente dos erros do Brasil, o levantador desabafou ao analisar o jogo.

"Uma inconstância que aconteceu durante toda a competição. A gente não conseguiu manter o nível. Momentos de altos e baixos. A gente não conseguiu a medalha que prometemos. Tinha certeza que conseguiríamos. Frustração muito grande", falou.

Nós vencemos em 2012 e 2016, e eles levaram essa. Tem o mérito deles, souberam lutar. É isso. Engolir o choro e partir para a próxima", completou.
 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por SportBuzz (@sportbuzzbr)

 

Além da derrota, Bruninho também foi questionado sobre o futuro com a camisa do Brasil. Sem querer entrar no assunto, o levantador pregou cautela para que tudo seja avaliado com calma e que nada seja definido neste momento.

"Com tudo isso que a gente vem passando é até difícil falar alguma coisa. São tantas coisas. Vamos avaliar tudo. Existe uma fadiga física e mental muito grande. É o momento de respirar, pensar e relaxar. Não tenho condição de fazer nenhuma avaliação do futuro", disse Bruninho.

Por outro lado, o central Lucão deixou claro que segue à disposição do Brasil para o futuro. Vale destacar que o jogador atua ao lado de Bruninho por mais de 15 anos e pode ser uma boa influência para a continuidade do capitão.

São 3 anos (até Paris) e ano que vem tem Mundial. Vão ter que me tirar de ambulância da Seleção. Enquanto me convocarem, estarei lá. Seja para amistoso, Sul-Americano. É o que a gente ama fazer. Não posso dizer não!", contou Lucão.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!