Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
NFL / CHEGOU A HORA?

NY Jets aposta em “panela” de Aaron Rodgers para enfrentar AFC pesada

Quarterback eleito quatro vezes MVP aposta em troca de ares e velhos amigos para reforçar elenco nova-iorquino, mas enfrenta concorrência forte e desconfiança por sua idade

Aaron Rodgers - GettyImages
Aaron Rodgers - GettyImages

Para a temporada 2023/24 da NFL, o veterano Aaron Rodgers busca seguir o mesmo caminho de Tom Brady ao trocar o New England Patriots e reviver sua carreira no Tampa Bay Buccaneers. O quatro vezes eleito MVP da liga deixou o Green Bay Packers em uma negociação com o New York Jets e levou sua “panela” para buscar mais uma vez a conquista do Super Bowl, que não acontece desde 2010/11. A dúvida, porém, é se isso será o suficiente para passar por uma conferência pesada.

Tido como um dos melhores quarterbacks de todos os tempos, chegando até mesmo a rivalizar com Tom Brady, as derrotas seguidas nos playoffs e divergências sobre a formação do elenco fizeram com que a relação entre Aaron Rodgers e os Packers enfraquecesse nos últimos anos. Hoje, com 39 anos de idade, o quarterback ameaçou se aposentar e pediu uma troca, deixando claro que os Jets eram o destino desejado.

O time de Nova York não chega aos playoffs desde 2010/11. Porém, o jovem elenco comandado por Robert Saleh mostrou muito potencial na última temporada. Mesmo com uma campanha de sete vitórias e 10 derrotas, os Jets tiveram uma defesa top 4 e os Novatos do Ano defensivo e ofensivo.

Tal como Brady fez em Tampa Bay, porém, ARod aproveitou para levar alguns amigos para reforçar os nova-iorquinos. O quarterback pediu para que os wide receivers Allen Lazard e Randall Cobb, dois companheiros dos tempos de Green Bay, fossem adquiridos, e os Jets aceitaram. A franquia também aproveitou para trazer Nathaniel Hackett para ser o coordenador ofensivo, mesma posição que ocupou nos Packers nas duas últimas vezes que Rodgers foi MVP. Para completar a “panela”, o clube contratou o running back Dalvin Cook, quatro vezes selecionado para o Pro Bowl, que havia sido dispensado pelo Minnesota Vikings.

Mas, o elenco reforçado ainda não garante que tudo dará certo. Os especialistas estão reticentes quanto às chances dos Jets, primeiramente porque há dúvidas se Aaron Rodgers consegue voltar a performar como MVP, ou se a última temporada foi um sinal de um começo de declínio. Segundo, a concorrência na AFC é pesada, visto que na Leste conta com Buffalo Bills e Miami Dolphins, mas no geral, vê Kansas City Chiefs e outras equipes fortes como Cincinnati Bengals, Baltimore Ravens, San Diego Chargers, Jacksonville Jaguars e Denver Broncos.