Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola / SERÁ?

Nenê no Vasco? Apenas uma condição pode fazer meia deixar o Fluminense

Nenê poderia estar voltando ao Vasco, mas uma condição com o Fluminense o separa de retorno

Redação Publicado em 13/09/2021, às 17h50 - Atualizado às 18h00

Nenê pode deixar o Fluminense e reforçar o Vasco - GettyImages
Nenê pode deixar o Fluminense e reforçar o Vasco - GettyImages

Nas últimas semanas surgiram algumas informações de que Nenê poderia estar deixando o Fluminense para reforçar o Vasco. O jogador, que perdeu um pouco de espaço no Tricolor e viu seu rendimento cair nos últimos jogos, já atuou pelo Cruzmaltino e possui boa relação com o clube carioca. 

De acordo com informações divulgadas por Paulo Vinícius Coelho, em seu blog no "Globo Esporte", apenas uma condição pode colocar Nenê de volta no Vasco. Segundo o que foi divulgado por PVC, o meio-campista só acertaria seu retorno ao Gigante da Colina caso houvesse uma rescisão contratual com o Fluminense. 

Ainda seguindo as informações da publicação, o nome do meio-campista foi discutido internamente nos bastidores do Vasco, porém sua contratação foi vetada por Lisca. No entanto, o "Blog do PVC" informou que o panorama pode mudar com a chegada de Fernando Diniz, que em sua apresentação falou sobre reforços. 

FERNANDO DINIZ QUER REFORÇOS?

Nesta segunda-feira, 13, o Vasco realizou a primeira entrevista coletiva de Fernando Diniz como técnico do clube. O treinador, que deixou recentemente o Santos e São Paulo, abriu o jogo sobre a possibilidade de chegada de reforços e também deu maiores detalhes sobre sua negociação com a equipe cruzmaltina. 

 

Conhecido por ter um estilo de jogo diferente e ofensivo, Fernando Diniz foi muito questionado em relação a necessidade de novos jogadores para tentar uma adaptação mais rápida em relação a sua maneira de jogar. O treinador do Vasco comentou que o assunto está sendo discutido com a diretoria, mas que a prioridade é fazer a equipe jogar melhor na série B do Brasileirão. 

"Quanto à contratação, a gente está vendo internamente. O elenco eu gosto muito. Um ou outro que trabalhei. Joguei contra e outros que quis levar e não consegui. Sobre modelo, tem coisas mais importante. O fato de eu gostar de ser mais ofensivo não muda a necessidade de saber se defender", afirmou. 

Ele ainda seguiu sobre continuar com as peças e melhorar o rendimento de todos: "Ao longo da minha carreira vou melhorando dia a dia. Toda vez que o time ataca muito bem, provavelmente vai estar se defendendo bem. A gente tem que saber atacar, de modo que consiga se defender. Nesse modelo vou apostar. Tem time que joga de maneira reativa e faz bastante gol. Tem time que joga com a posse e não consegue fazer tanto gol assim. A gente tem que achar uma maneira que o time consiga jogar bem, propor o jogo e que fique protegido, é o que a gente vai tentar fazer até o final do ano".


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!