Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola / VISH!

Vasco: Leandro Castan rebate vaias e manda recado para torcida

Leandro Castan virou alvo da torcida do Vasco nos últimos jogos e comentou se irá continuar no clube carioca para a próxima temporada

Redação Publicado em 23/11/2021, às 14h07 - Atualizado às 14h22

Leandro Castan comentou sobre as críticas que vem recebendo no Vasco - GettyImages
Leandro Castan comentou sobre as críticas que vem recebendo no Vasco - GettyImages

Leandro Castan é considerado um dos principais nomes do atual elenco do Vasco. Considerado um dos "queridinhos" da torcida durante boa parte de sua passagem por São Januário, o zagueiro agora vive um momento de cobrança e um ambiente hostil. Recentemente, o defensor foi vaiado pela torcida e respondeu a atitude dos torcedores. 

Em entrevista para Rica Perrone, no canal "Cara a Tapa", Leandro Castan foi sincero sobre o seu sentimento com a atitude da torcida vascaína. De acordo com o atleta, as vaias e pedidos de saída na partida para o Remo não foram suficientes para deixá-lo chateado, mas pediu para que os ataques não sejam violentos e respeitem um certo limite. 

 

"Neste último jogo, que estavam vaiando, a bola vinha, eu errava. Se errasse, pedia de novo. Cada um tem o direito de julgar da maneira que quiser. Eu não fico chateado com o torcedor que vaia. Ele está lá no estádio, pagou, é um direito dele. O negócio não pode colocar a mão, agressão. No estádio, ele tem o direito de vaiar, xingar. Eu não respondo, engulo seco e vamos para frente", começou.

Leandro Castan ainda continuou rebatendo a torcida: "Como sou zagueiro, não consigo fazer um gol para esconder meu erro. Quando erro, está lá. Sempre dei meu máximo e qualquer pessoa que trabalhou comigo no Vasco pode falar isso. Qualquer funcionário do Vasco que trabalhou comigo sabe disso. Esse é o legado que eu vou deixar aqui quando for embora. Quando perguntarem que foi o Castan, falarão sobre meu caráter, que ficará comigo para sempre. Ninguém pode falar nada sobre isso".

Além disso, o zagueiro do Vasco garantiu que sempre vai fazer o melhor pelo clube: "Sempre tento fazer minha parte em campo. Tive várias oportunidades de ir embora, sempre fiquei para ajudar, tentar ser o herói. Mas tem aquela frase do filme do Batman: 'Ou você se torna herói ou fica o tempo suficiente para se tornar vilão'. Eu fiquei e hoje sou o vilão da parada. Dentro de campo, tenho minha consciência tranquila, que sempre dou meu máximo".

E O FUTURO?

Leandro Castan ainda comentou sobre o seu futuro e garantiu que não vê problemas em ficar no Vasco. O zagueiro deixou a decisão para o novo treinador e diretor de futebol para a próxima temporada e seguiu exaltando a sua gratidão pelo clube que o ajudou a voltar a atuar em alto nível dentro do esporte. 

"Tenho contrato até o final do ano (final de 2022). Depende de quem vai chegar (diretor e treinador). Eu não sou aquele cara que vai dizer que tenho que ficar aqui. Se disserem que acabou, eu saio. Estava na Roma com contrato até 2020, ganhando em euro, e falaram que não dava mais. Fui lá, rescindi meu contrato e é assim a vida. Gosto muito do clube e tenho uma gratidão enorme pelo Vasco, todo mundo que está do meu lado sabe, amigos, família", seguiu. 

Ele ainda finalizou dizendo: "É o clube que me fez sonhar em jogar futebol de novo, para muitos eu não iria mais jogar. Joguei muitos jogos. Sei do que fiz aqui. Fica aquele sentimento de não conquistar um título importante, eu sonhava com isso, mas, infelizmente, nunca tive um time competitivo para alcançar esse objetivo. Quem sabe ano que vem, depende de quem chegar".


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!