Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola » A NOVELA!

Santos: Presidente conversa com Conselho e comenta sobre a venda de Veríssimo

Orlando Rollo tentou mostrar a importância de concretizar a transferência do zagueiro nos próximos dias

Redação Publicado em 17/11/2020, às 15h25

Santos: Presidente conversa com Conselho e comenta sobre a venda de Veríssimo
Santos: Presidente conversa com Conselho e comenta sobre a venda de Veríssimo - GettyImages

Depois de dias de indecisão, o Santos aceitou vender o zagueiro Lucas Veríssimo. Porém, mesmo com tudo acertado, o clube ainda precisa da liberação do Conselho Deliberativo para que o negócio avance e a venda aconteça.

Segundo informações do site "Globo Esporte", antes da reunião que acontecerá ainda nesta terça-feira, 17, onde será discutida a possível venda, o presidente Orlando Rollo e membros do Comitê de Gestão estão conversando por telefone e mensagens, com conselheiros do clube para destacar a importância da negociação.

A publicação destaca que os principais argumentos da diretoria para conseguir a aprovação do Conselho Deliberativo envolvem as finanças do Santos.

Com duas propostas em mãos, do Benfica, de Portugal, e do Al-Nassr, da Arábia Saudita, o Peixe alega que precisa da venda para conseguir pagar salários até o fim do ano.

Além disso, o presidente Orlando Rollo e os dirigentes alegam já terem um acordo com uma instituição financeira para conseguir antecipar, com juros, o valor à vista da possível venda.

A proposta do Benfica, de Portugal, é a que mais agrada a Lucas Veríssimo e consiste em um empréstimo com obrigação de compra ao fim de 2021 por 6,5 milhões de euros, cerca de R$ 42,3 milhões, de acordo com a cotação atual.

O zagueiro, porém, só iria a Portugal no início da próxima janela, em janeiro, já que a atual já está fechada.

Mesmo com o início do pagamento dos 6,5 milhões de euros só no fim de 2021, o Santos estaria dizendo aos conselheiros que já possui um acordo para receber o valor no ato do acerto. Assim, teria condições de pagar os salários deste ano.

O clube também argumenta que com o valor da transferência de Lucas Veríssimo, teria condições de chegar a um acordo com clubes credores que o processam na Fifa, como é o caso do Atlético Nacional, da Colômbia, que ainda não recebeu pela venda do zagueiro Felipe Aguilar.

Por causa da proximidade com as eleições, marcadas para o dia 12 de dezembro, o presidente Orlando Rollo precisa da autorização do Conselho Deliberativo para negociar qualquer jogador e por isso o entrave ainda se arrasta.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!