Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola / POR ENQUANTO NADA!

Presidente do Fluminense quebra o silêncio sobre futuro de Paulo Henrique Ganso

Além de Paulo Henrique Ganso, Mário Bittencourt ainda projetou a chegada de reforços ao Fluminense

Redação Publicado em 17/06/2021, às 17h37

Paulo Henrique Ganso deve permanecer no Fluminense - GettyImages
Paulo Henrique Ganso deve permanecer no Fluminense - GettyImages

Nas últimas semanas, o futuro de Paulo Henrique Ganso foi bastante especulado. Sem muito espaço no Fluminense, o meia entrou na mira do Santos, que chegou a iniciar as conversas pelo retorno do jogador, mas optou por não dar sequência às tratativas.

Diante disso, Mário Bittencourt, presidente do Tricolor das Laranjeiras, decidiu quebrar o silêncio sobre o futuro de Paulo Henrique Ganso. Em entrevista ao site GE, o dirigente deu detalhes da negociação com o Santos e ainda elogiou o talento do meio-campista.

 

 

“A gente teve uma primeira conversa há uns 15, 20 dias. Na verdade, o Santos procurou o empresário dele, e o empresário entrou em contato conosco. As condições chegaram a ficar pré-acertadas, mas não fomos mais procurados", iniciou o mandatário.

Isso é um triângulo: tem a vontade do jogador, a vontade dos clubes. Na ocasião, o jogador mostrou interesse em ouvir a proposta, é um lugar onde ele já jogou. Mas nós gostamos muito do futebol dele, e ele está sendo útil, tem nos ajudado”, completou.

CHEGADA DE REFORÇOS

Além da situação de Paulo Henrique Ganso, Mário Bittencourt também falou sobre a possível chegada de reforços ao Fluminense. Segundo ele, as negociações são demoradas por conta da atual situação financeira do clube carioca.

Mas por que demora? A gente precisa construir na cabeça do atleta o convencimento dele vir. Infelizmente neste momento não temos como pagar tudo aquilo que o atleta pede. O Abel, por exemplo, veio ganhando a mesma coisa que ganhava no Inter, mas outros vieram por menos. E esse ano a temporada começou uma semana depois da outra. E quando o Brasileiro acabou, a gente só foi saber se ia para a fase de grupos da Libertadores 15 dias depois, por conta da Copa do Brasil”, iniciou Bittencourt, que emendou:

Tem, a gente está avaliando, mas dentro das nossas condições. O Roger quer um volantão ali e trabalhou com ele (Ronaldo) no Bahia. Foi um pedido do Roger, porque a leitura dele é que tanto o Martinelli quanto o Yago são dois volantes que saem para jogar. No momento não tem nenhum (negociando), mas a gente deve fazer mais duas a três contratações para as oitavas”.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!