Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola » MUDANÇAS!

Palmeiras: Após acerto com time da Colômbia, clube muda contrato de Miguel Borja

Alviverde fez mudanças na cláusula do contrato e agora tem mais tempo para recuperar o investimento feito no jogador

Redação Publicado em 06/10/2020, às 17h41 - Atualizado às 20h26

Palmeiras: Após acerto com time da Colômbia, clube muda contrato de Miguel Borja
Palmeiras: Após acerto com time da Colômbia, clube muda contrato de Miguel Borja - GettyImages

Segundo informações do Palmeiras, o clube aceitou nesta terça-feira, 6, a proposta feita pelo Junior Barranquilla de encerrar a obrigação de compra de Miguel Borja no fim do contrato de empréstimo, com data prevista para dezembro desse ano.

O clube paulista já está realizando a troca de documentos para formalizar essa importante alteração no compromisso, que libera o atacante para atuar novamente pelo seu clube do coração.

O antigo contrato obrigava o clube da Colômbia a comprar metade dos direitos econômicos do atacante por R$ 17 milhões caso Borja cumprisse uma meta de 23 gols ou se tivesse participação em 73% dos jogos disputados.

Titular da equipe, o centroavante acabou ficando no banco de reservas enquanto o time colombiano negociava a nova cláusula.

Agora, no novo vínculo, já acertado entre Palmeiras e Borja, o atacante segue emprestado ao Junior Barranquilla até dezembro de 2020.

Em janeiro de 2021, último ano do contrato do jogador, a equipe Alviverde terá a chance de vender o atacante colombiano no mercado de transferências.

Se nesse meio tempo uma transferência não for concretizada, Borja renova, em março, até dezembro de 2022 para dar mais um ano ao clube na tentativa de reaver o investimento.

Esta cláusula asseguraria a chance de o Verdão novamente emprestar o atacante para dar visibilidade. É praticamente descartada a chance de retorno do colombiano à Academia de Futebol.

Assim, a nova cláusula firmada se repetiria em março de 2022, caso o Palmeiras não consiga vender Borja até lá. O processo de renovação seria automático, até dezembro de 2023, quando enfim, o centroavante poderia deixar o clube Alviverde de graça.

Em 2017, o Verdão comprou 70% dos direitos econômicos do jogador por US$ 10,5 milhões, cerca de R$ 34 milhões na cotação da época, com investimento da Crefisa. Há dois meses, os palmeirenses entraram em acordo com o Atlético Nacional pelos 30% restantes dos direitos.

O primeiro contrato previa o pagamento de mais US$ 3 milhões aos colombianos caso o atacante não fosse vendido pelo Verdão até agosto de 2019.

Depois que o Atlético Nacional abriu um processo na Fifa, os brasileiros acertaram o pagamento em seis parcelas de US$ 500 mil.

O Sportbuzz entrou em contato com o clube, que informou sobre a mudança no contrato de Borja com o Palmeiras.


5 itens que os palmeirenses não podem deixar de ter

1- Bíblia do Palmeirense - https://amzn.to/2MzBC84

2- Caneca Trigger Palmeiras - https://amzn.to/31ylx6D

3- Luminária LED Palmeiras - https://amzn.to/2W1PZFc

4- Almofada de Pipoca - https://amzn.to/2J9irzz

5- Chaveiro Palmeiras - https://amzn.to/2P6JYFD

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

 
 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!