Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira

Neymar, Mbappé e diretoria do PSG: Veja as declarações polêmicas de Tuchel que contribuíram para sua demissão

As falas não foram determinantes para sua saída do clube francês, mas o fizeram dar declarações

Redação Publicado em 24/12/2020, às 11h48 - Atualizado às 12h44

Tuchel em ação
Tuchel em ação - GettyImages

Apesar da demissão de Thomas Tuchel ainda não ter sido oficializada, o L'Équipe divulgou uma matéria com algumas falas que contribuíram para a demissão do alemão no PSG. Apesar de não ter influenciado diretamente, as declarações fizeram com que o treinador tivesse que dar explicações. 

 

As respostas polêmicas do técnico, foram dadas a emissora alemã "Sport1". Na oportunidade, Tuchel desabafou sobre Neymar, Mbappé e se mostrou descontente com a postura da direção francesa com os resultados da última temporada, quando levou o clube à final da Champions.

De acordo com o comandante alemão, treinar craque como Neymar e Mbappé: “Às vezes é fácil, às vezes um grande desafio. Em um clube com o PSG, há muitas influências. Por isso pode ser bastante desafiador manter todos felizes”.  

Honestamente, nos seis primeiros meses aqui, me senti mais como um político do esporte ou ministro de esportes do que um técnico”, completou seu racicínio sobre comandar uma equipe recheada de estrelas e de grandes nomes do futebol mundial. 

Outro fato que também incomodou, e muito, os dirigentes parisiense foi sua fala sobre a diretoria do Paris Saint-Germain e suas ambições futuras. Segundo o próprio, ele ficou "um pouco triste e irritado” com a falta de reconhecimento em relação aos feitos que conseguiu na última temporada.

 “Eu gosto de futebol. Em um clube como esse, nem sempre é só sobre futebol. Às vezes, faço uma substituição, e é assunto por duas semanas. Penso comigo: eu só quero treinar", completou. 

Na última quarta-feira, 23, em entrevista coletiva, após a goleada sobre o Strasburg, o técnico se defendeu: "Eu dei uma entrevista em vídeo para um jornalista que me disse que faria uma matéria sobre técnicos alemães. Não era uma entrevista para ele. Não é permitido. Eu estava brincando em alemão. A tradução não foi correta. Não podemos traduzir palavra por palavra”.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!