Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola » NOVO COMANDANTE!

Confira por que o São Paulo escolheu Hernán Crespo como novo técnico!

Equipe Tricolor está ajustando alguns detalhes para que o treinador assine o contrato

Redação Publicado em 11/02/2021, às 10h28

Hernán Crespo, novo treinador do São Paulo
Hernán Crespo, novo treinador do São Paulo - GettyImages

O São Paulo está a poucos detalhes de anunciar seu novo treinador para o restante desta temporada. O Tricolor já tem um acordo verbal com Hernán Crespoe está nos finalmente para fechar de vez o ciclo após a eliminação de Fernando Diniz.

De acordo com informações do site "Globo Esporte", a expectativa é por um contrato de dois anos, com uma comissão técnica de seis profissionais: além de Crespo, o auxiliar Juan Branda, o preparador de goleiros Gustavo Nepote, os preparadores físicos Alejandro Kohan e Gustavo Satto, além do analista Tobías Kohan.

A diretoria optou pelo argentino depois de conversar com uma dezena de candidatos e entender que ele é capaz de liderar uma transformação no São Paulo e trazer um espírito mais competitivo ao time.

Já dentro de campo, o São Paulo vê em Crespo a possibilidade de aproveitar parte do processo iniciado com Fernando Diniz, já que a ideia não era recomeçar do zero com o novo treinador.

Por conta disso, a filosofia buscada com o argentino também é propor o jogo, com saída de bola construída desde a defesa, mas com uma transição mais vertical e que também pressione o adversário no ataque.

Dessa forma, nomes como o de Diego Aguirre não se encaixariam, pois o uruguaio representaria uma mudança mais radical no estilo de jogo, apesar de também não estar entre técnicos entrevistados.

A avaliação da direção é de que o São Paulo precisa de um choque para mudar a postura nos momentos cruciais, faltando três rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro.

Nesse contexto, a fila de mais de oito anos sem títulos e as eliminações em mata-mata são citadas: Mirassol (Paulista), Lanús (Sul-Americana), Binacional (fase de grupos da Libertadores) e outras mais antigas, como por exemplo diante do Bragantino, pela Copa do Brasil.

Ter escolhido um estrangeiro também faz parte da ideia de ter alguém com uma visão mais imparcial do cenário no São Paulo e que seja personagem importante nessa transformação buscada.
 
Os selecionados
 

Hernán Crespo, Pedro Martins e Miguel Ángel Ramírez foram os três escolhidos pelo São Paulo depois de um processo de entrevistas com uma dezena de candidatos e a conclusão final foi a de que Crespo é a melhor opção para o momento.

Miguel Ángel Ramírez, inclusive, tem acerto com o Internacional. O São Paulo poderia aguardar o fim do Brasileirão para avaliar o que de fato aconteceria com o espanhol, mas optou por Crespo, livre no mercado desde a saída do Defensa y Justicia.

André Vilas Boas e Leonardo Jardim também foram ouvidos, mas não chegaram a ser entrevistados porque tinham a preferência de seguir na Europa.

O clube considerou pontos fortes e fracos de todos os outros candidatos e acredita que o processo da maneira como foi conduzido ajuda a diminuir a margem de erro.

A publicação ainda destaca que o presidente Julio Casares, o dirigente do futebol Carlos Belmonte e o coordenador técnico Muricy Ramalho participaram das entrevistas, e o diretor executivo Rui Costa foi o responsável na parte final de negociação.

Vivendo uma crise, o São Paulo está em sua maior seca da temporada com oito partidas sem vencer. O interino Marcos Vizolli estreou no empate por 1 a 1 com o Ceará, quarta-feira, 10, no Morumbi.

O time despencou da liderança para a quarta posição, e Fernando Diniz foi demitido.

O clube entende que uma mudança de país exige tempo e não crava em qual momento Crespo iniciará de fato seu trabalho no Brasil, caso o argentino assine o contrato acertado verbalmente.


 
 
 
 
 
 
 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!