Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola / NEGOCIAÇÃO!

Borja e Grêmio avançam em negociação, e futuro do jogador começa a ser definido, diz site

Grêmio voltou suas energias para tentar a contratação de Borja depois que se deparou com uma recusa por Luiz Adriano

Redação Publicado em 31/07/2021, às 19h50

Borja, jogador do Palmeiras que pode ir para o Grêmio - GettyImages
Borja, jogador do Palmeiras que pode ir para o Grêmio - GettyImages

Depois de ouvir do Palmeiras que não emprestaria, e nem venderia Luiz Adriano nesse momento, o Grêmio voltou suas atenções para Borja, e de acordo com o site "UOL", está por detalhes para ter o jogador de 28 anos fazendo parte do seu elenco.

 

A ideia, segundo a publicação, é que Borja reforce o Grêmio por empréstimo, mas para isso, a equipe gaúcha terá que pagar uma compensação significativa pelo empréstimo do colombiano, R$ 6 milhões, por um contrato válido por uma temporada e meia, até o final de 2022.

O "UOL" ainda destaca que o Grêmio vai assumir de forma integra, o pagamento dos salários de Borja na Academia de Futebol, que girariam em torno de US$ 100 mil, aproximadamente R$ 500 mil por mês.

Nesse meio tempo, caso apareça alguma proposta de compra de clubes do exterior pelo centroavante, o Palmeiras pode acabar encerrando o contrato de empréstimo do atleta junto ao Grêmio.

Borja mais maduro

Depois de mais de um ano emprestado ao Júnior Barranquilla, Miguel Borja volta ao Palmeiras em um momento bastante diferente de quando saiu. Campeão Brasileiro com o Verdão em 2018, o colombiano vinha sofrendo duras críticas da torcida, que parece agora dar um voto de confiança.

Em sua passagem pelo Palmeiras antes do empréstimo, os torcedores pegavam no seu pé devido a gols perdidos e suposta falta de vontade durante as partidas. Contudo, os palmeirenses parecem ter mudado de opinião, visto que, emprestado à equipe colombiana, Borja anotou 33 gols em e seis assistências em 55 jogos.

O jogador, em reapresentação na Academia de Futebol, falou sobre a volta.

"Eu fiquei um ano e meio na Colômbia, mas joguei apenas um por conta da pandemia. Fico agradecido, porque o Junior me abriu as portas, joguei muito e consegui marcar muitos gols. Isto ajudou a voltar para a seleção, era o que eu mais queria. Sinto que melhorei muitas coisas. Quando cheguei ao Brasil, tinha 23 anos, agora estou um pouco mais maduro e feliz de estar de novo aqui no Palmeiras", falou.

Atleta do Palmeiras desde 2017, Borja revelou que ele e Yerry Mina acompanharam os jogos da equipe alviverde juntos, durante a Copa América.

"A Copa América era um dos meus sonhos, jogar com muitos jogadores da seleção, craques no mundo. Fico feliz. Eu falava com o Mina, olhava os jogos do Palmeiras e ficávamos felizes quando a gente ganhava. Temos muitos amigos aqui", revelou.

"(Em 2020) Torcemos muito para os caras, o Gustavo Gómez, o Felipe, tem muita gente aqui que ficou no meu coração. Olhava sempre os jogos e estavam ganhando, fazendo história, muito legal. Parabéns para todos os colegas que conseguiram ganhar três títulos", completou o atacante.

Recentemente, Anderson Barros, Diretor de Futebol do Palmeiras, revelou que a ideia inicial é continuar aberto no mercado para negociar o atacante com clubes interessados. Contudo, dependendo dos desempenhos em treinos e jogos, o treinador Abel Ferreira pode bater o pé pela permanência do atacante. Além disso, ao que tudo indica, a vontade de Borja é continuar na equipe Alviverde.

"Agradecer a Deus, por estar de novo no Brasil. A gente aqui sabe que, quando eu fui embora, (os profissionais do Palmeiras) ficaram no meu coração, aí voltei. Vamos trabalhar juntos e tratar de fazer o melhor. Fico feliz com todo mundo aqui. Quando fui embora, eu acho que deixei as portas abertas para todo mundo aí, então fico agradecido a Deus porque têm pessoas maravilhosas aqui", comentou o jogador.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!