Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola » SERÁ?

Atlético-MG: Tardelli fica? Rodrigo Caetano abre o jogo sobre futuro do ídolo no Galo

Dirigente também falou sobre a possibilidade de renovação contratual do goleiro Victor

Redação Publicado em 02/02/2021, às 13h20 - Atualizado às 14h17

Diego Tardelli em ação pelo Atlético Mineiro
Diego Tardelli em ação pelo Atlético Mineiro - GettyImages

Com contratos se encerrando até o final desta edição do Campeonato Brasileiro, Diego Tardelli e Victor são pautas na diretoria do Atlético Mineiro. Ambos não tem conseguido muito espaço no time de Jorge Sampaoli e alguns acreditam que eles podem estar de saída do clube. 

Em entrevista para o podcast do Globo Esporte, Rodrigo Caetano abriu o jogo sobre a pretensão do clube com os dois ídolos. Cauteloso com toda situação, ele começou discutindo o futuro de Tardelli e deixou uma brecha para que ele possa renovar seu vínculo com o alvinegro. 

De acordo com ele, as partes estão em conversas iniciais e nada foi decidido, pois o foco está nas últimas cinco rodadas do Campeonato Brasileiro: "O Tardelli ainda é jovem, seguirá jogando por um bom tempo. Será avaliada em momento mais propício".

"Temos o foco total de 5 jogos. Ele faz parte do grupo, está recuperado, graças a Deus. Jogador que já conhecia do sul, tenho ótima relação. A situação dele será tratado com a devida importância que merece, que ele merece, por se tratar de um dos maiores ídolos do clube, jogador com trajetória vencedora. Iremos definir em conjunto o caminho, no momento certo", completou. 

Com 36 anos de idade, o Galo ainda acredita que pode ter um de seus maiores ídolos inteiro para a próxima temporada. Porém adota cautela para não apressar qualquer processo na negociação. Outro jogador que é querido pela torcida e ainda não sabe como vai ser seu futuro é Victor. 

Sobre o goleiro e herói da Libertadores de 2013, Rodrigo Caetano também afirmou que as conversas serão realizadas mais adiante. Isso porquê, a decisão não será só da diretoria, mas também do atleta, que parece não ter se decidido se vai continuar no clube por mais um ano. 

"O Victor está em idade diferente do Diego. Irá tomar decisão pessoal, primeiro, dele. O que ele deseja para a sua vida, na profissão. Paralelamente a isso, o Atlético estará sempre de portas abertas para participar, seja da continuidade, ou seja em uma transição", explicou. 

Ele ainda continuou comentando a relação de Victor com o Atlético Mineiro e também sua aproximação com o jogador. Ele relembrou seus momentos com o goleiro, ainda na época em que os dois trabalhavam na equipe gaúcha. 

"Porque ele tem uma identificação, uma trajetória, uma história muito vencedora. E uma fidelidade grande com o Atlético. Depois que ele jogou no Grêmio, só jogou no Galo. Fui eu, no Grêmio, e 2008, que fui contratá-lo no Paulista de Jundiaí. Então, conheço ele há muito tempo. Conheço a figura humana. Todas as vezes que el venceu pelo Galo como protagonista, eu particularmente vibrava e comemorava muito. Além de ele merecer, eu via o meu trabalho consolidado, a confirmação de um jogador que você buscou em um clube do interior de São Paulo. Ele e o Réver. Foram juntos, venceram no Grêmio, se firmaram no cenário nacional. E depois acabaram vindo pro Galo", completou. 

Rodrigo Caetano também concluiu que: "O Victor passa muito mais por uma decisão pessoal, para depois a gente ver como as coisas irão se encaminhar".


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!