Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola » SERÁ?

Atlético-MG: Mais reforços? Rodrigo Caetano abre o jogo sobre chegada de novos jogadores

Galo fez contratações importantes e segue ativo no mercado de transferências

Redação Publicado em 08/04/2021, às 18h25 - Atualizado às 19h20

Rodrigo Caetano em ação pelo Atlético Mineiro
Rodrigo Caetano em ação pelo Atlético Mineiro - Pedro Souza/ Atlético Mineiro

Em entrevista ao site "Globo Esporte",Rodrigo Caetano abriu o jogo sobre a atuação do Atlético Mineiro no mercado de transferências. De acordo com o dirigente alvinegro, o clube ainda apode trazer novos atleta e também não descarta a venda de alguns jogadores. 

De acordo com ele, ainda não é possível bater um martelo sobre negociações e que o clube deve seguir de olho em oportunidades de mercado: "A gente ainda segue. Não pode um clube do nosso tamanho se dar ao luxo de falar que o grupo está fechado. Vale para chegadas e saídas".

"Estamos atentos. Temos elenco de bom nível, dentro e fora de campo. (...) O que posso afirmar é que não há negociação em curso. Isso não existe. Existe muita prospecção, busca, para ver se a gente qualifica. Vale a pena registrar: não vamos pensar em quantificar o elenco", explicou. 

Mesmo deixando claro que o Atlético Mineiro está atento ao mercado, o diretor do Galo deixou claro que não pretende fazer loucuras. Para que cheguem novos jogadores será necessário fazer uma avaliação rigorosa do elenco e haver o entendimento de que o atleta agregue ao elenco. 

"Temos um bom número, jogadores de base que preenchem lacunas no grupo. Nossa ideia é essa: se for buscar alguém, seria uma ou duas peças muito pontuais, que realmente viessem agregar qualidade. Se tivermos duvida de confirmação em elevação do nível, não iremos fazer", seguiu. 

Além de comentar sobre as contratações que o clube pode fazer, Caetano também indicou que tem consciência da necessidade de vender atletas, porém as ofertas precisam ser altas: "Não é segredo pra ninguém que o Galo precisa realizar negociações, de preferência onerosas, ou seja, venda".

"Se chegar alguém, claro que vamos ter que trabalhar (para reduzir a folha), e a gente trabalha constantemente pra rentabilizar o que a gente tem. Não tenho como precisar se pra chegar alguém tem que sair, ou pra sair alguém tem que chegar. Daqui a pouco pode sair alguém e não chegar ninguém. Vai depender da qualidade daquilo que é possível a gente fazer", concluiu.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!