Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira

Atlético-MG e Sampaoli mostram desejo mútuo de rompimento e prezam pela saída sem entraves

Saída do treinador já é dado como certa internamente

Redação Publicado em 17/02/2021, às 08h09

Treinador Jorge Sampaoli em dia de treino no Atlético-MG
Treinador Jorge Sampaoli em dia de treino no Atlético-MG - Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético / Fotos Públicas

A relação entre Jorge Sampaoli e Atlético-MG tinha tudo para dar certo e ambas as partes tentaram e muito. Porém, os problemas não deixavam de andar ao lado dessa história e assim, não faltou desgaste e reclamações.

Na tabela de classificação, Sampaoli conseguiu levar um elenco totalmente reformulado para o topo da tabela do Brasileirão, mas não sustentou a liderança, tanto que chegou até a 37ª rodada sem chances de título.

Mesmo que o saldo seja positivo, existiu um sentimento mútuo entre os dirigentes que administram o Galo, por uma troca de treinador. Na decisão, entram fatores econômicos, de dia a dia e até alguns erros detectados.

Ainda assim, a chance de Sampaoli continuar no comando do Galo não está totalmente descartada como a probabilidade matemática de o clube ainda buscar a taça do Brasileiro, mesmo sendo bem pequena.

Sampaoli ainda segue em conversas com o Olympique de Marseille, que está se mostrando seu provável destino depois da disputa dos pontos corridos, que terminam em oito dias.

Na questão contratual, o acordo é válido até dezembro de 2021, e a multa teve redução após o primeiro ano completado, no caso, 2020, e hoje está na casa de R$ 4 milhões.

Porém, de acordo com informações do site "Globo Esporte", existe uma corrente na cúpula do Galo que defende abrir mão do pagamento, em caso de pedido de demissão de Sampaoli, já que a multa poderia protelar a decisão de saída.

Por outro lado, é quase certo de que o técnico fará jus a premiações por conta da classificação à Libertadores.

No Santos, por exemplo, ele teve direito a receber R$ 3,5 milhões pela vaga direta na fase de grupos do torneio continental, no qual o Peixe acabou vice. Sampaoli e o clube paulista entraram em litígio, no qual o técnico foi para a Justiça do Trabalho e houve a condenação de R$ 4,4 milhões e é justamente isso que o Galo não quer que se repita.

Os valores de contrato no clube mineiro são mantidos sob sigilo, mas tudo leva a crer que o técnico completará os dois jogos restantes do Brasileiro pensando em não dar brecha para a interpretação da cláusula.

Sampaoli sempre foi visto como um técnico de alto nível, de padrão europeu e moderno para implementar seu projeto no Atlético por Rubens Menin, seu filho Rafael, o ex-presidente Ricardo Guimarães, e o ex-vice Renato Salvador

 
 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!