Sportbuzz
Testeira
Lutas / MMA / MELHORAS, WEIDMAN!

Uriah Hall quebra o silêncio sobre lesão de Chris Weidman no UFC

Chris Weidman fraturou a perna direita no embate com Uriah Hall no UFC

Redação Publicado em 26/04/2021, às 09h28

Chris Weidman sofreu grave lesão diante de Uriah Hall no UFC - GettyImages
Chris Weidman sofreu grave lesão diante de Uriah Hall no UFC - GettyImages
Na madrugada do último domingo, 25, o UFC realizou mais um evento na temporada. Com três disputas de cinturão, o destaque negativo da noite ficou por conta da grave lesão sofrida por Chris Weidman no embate diante de Uriah Hall.
 
Ao tentar um chute e ser bloqueado por Uriah Hall, Chris Weidman fraturou a perna direita em episódio idêntico ao ocorrido com Anderson Silva. Vale destacar que a lesão do brasileiro foi diante do próprio americano.
 
 
Logo após o embate no UFC e a grave lesão, Uriah Hall concedeu entrevista ao canal Combate e lamentou o ocorrido com Chris Weidman. Segundo ele, a primeira coisa que veio à sua cabeça foi a lesão de Anderson Silva.
 
Foi muito infeliz, mas ao mesmo tempo feliz, porque uma vitória é uma vitória. Eu dizia mais cedo que, como um artista marcial, você sabe, é difícil aceitar isso. Por mais que eu deseje uma recuperação rápida, devo uma luta a ele no futuro, aonde quer que eu esteja no ranking. Foi uma vitória, mas de maneira muito ruim”, iniciou Uriah Hall.
 
Quando ele deu aquele chute, ouvi um pequeno estalo, pensei que era o barulho do golpe, porque você se prepara para o impacto. Já fiz isso no passado quando quebrei a perna de um companheiro de treino. Quando Weidman caiu para trás, eu fiquei assim: "Meu Deus, realmente aconteceu". Todas essas emoções de quando o Anderson quebrou a perna vieram à tona. Essa foi a primeira coisa que pensei”, completou.

COINCIDÊNCIAS

 
Além de lamentar a grave lesão de Chris Weidman, Uriah Hall alertou para as coincidências no mundo das lutas, já que o jamaicano derrotou Anderson Silva, que foi destronado pelo americano no UFC.
 
O mais bizarro da história é que Weidman foi o primeiro a nocautear Anderson Silva e eu fui o último a derrotar o Anderson. Ele quebrou a perna do Anderson... O que está acontecendo aqui? De alguma forma nossos caminhos continuam se cruzando”, contou.
 
É difícil celebrar algo assim com essa infelicidade. Por mais que me sinta bem emocionalmente, fico meio assim, querendo ficar longe disso tudo. Treinei muito, agora tenho planos de visitar minha mãe, mas se alguma oportunidade surgir, vou sentar com meus técnicos e não vou fugir delas”, concluiu.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!