Sportbuzz
Testeira
Lutas / MMA / QUE RIVALIDADE!

UFC: Poirier ganha objeto curioso e provoca McGregor: veja!

Poirier e McGregor vêm esquentando a rivalidade no UFC

Redação Publicado em 17/07/2021, às 16h19

Poirier e McGregor vêm esquentando a rivalidade no UFC - GettyImages
Poirier e McGregor vêm esquentando a rivalidade no UFC - GettyImages

Mesmo após a disputa do UFC 264, o clima segue bastante quente entre Conor McGregor e Dustin Poirier. Depois de fraturar o tornozelo durante a luta, o irlandês não relaxou a guarda e seguiu provocando o rival.

Porém, Dustin Poirier foi quem relembrou a vitória na última semana e provocou o adversário neste sábado, 17. Após ganhar um presente, o americano foi até as redes sociais e alfinetou o lutador irlandês.

 

No entanto, o presente não era qualquer um. Em janeiro deste ano, Conor McGregor foi nocauteado por Poirier e a imagem viralizou mundo afora. Para relembrar a conquista, o lutador americano ganhou um pingente com o rival caído no cage.

Na legenda da publicação, Dustin Poirier afirmou que vai leiloar o presente enviado por Jake Paul e que pretende doar o dinheiro. Porém, o americano não perdeu a chance de chamar o rival de “dorminhoco”.

Recebi o cordão do dorminhoco McGregor do Jake Paul, hoje. Vou leiloá-lo em breve para a "The Good Life Foundation" e fazer algo grande para Lafayette (Louisiana)”, escreveu Poirier.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Dustin Poirier (@dustinpoirier)

 

AMEAÇAS!

Na última segunda-feira, 12, um vídeo chamou bastante atenção nas redes sociais. Ainda dentro do octógono do UFC, Conor McGregor desafia Dustin Poirier e o ameaça. Porém, as palavras também foram dirigidas à esposa do americano.

Você vai levar durante seu sono! Você está morto, você e sua senhora! Não terminou... Cuidado com o que você vai dizer”, disse McGregor.

Logo após a repercussão das ameaças, Dustin Poirier concedeu entrevista à ESPN e falou sobre a polêmica. Apesar da intensa rivalidade, o lutador do UFC fez questão de condenar qualquer atitude que ultrapasse o limite do esporte.

No começo da semana, ele estava dizendo que ia me assassinar e que eu não voltaria para casa, coisas assim. Foi isso que me irritou mesmo esta semana. Mesmo quando ele estava sentado no chão, com a perna quebrada, estava olhando para mim (fazendo sinais de arma apontada para a cabeça), tipo "vou te matar". Qual é o seu problema, irmão? Isto é um esporte. Isto é uma luta. Podemos não gostar um do outro, mas não se diz essas m***”, disse Poirier.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!