Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Lutas / MMA / É A LEOA!

UFC: Amanda Nunes desbanca Julianna Peña e recupera cinturão peso-galo

Confronto do UFC entre Amanda Nunes e Julianna Peña contou com momentos de tensão com uma quase finalização da americana, mas a leoa se saiu melhor

Redação Publicado em 31/07/2022, às 10h37 - Atualizado às 11h27

Lutadora do UFC, Amanda Nunes - GettyImages
Lutadora do UFC, Amanda Nunes - GettyImages

O UFC viu na noite deste sábado, 30, uma luta impressionante entre Amanda Nunes e Julianna Penã. Os momentos de tensão começaram muito antes do início do combate, já que a americana ficou por sete meses com o posto de campeã peso-galo. Apesar disso, não teve jeito, e o cinturão acabou voltando para as mãos da sua maior dona. 

Amanda Nunes praticamente não deu espaço para a americana respirar ao longo dos cinco rounds. A brasileira mostrou sua técnica, fugiu dos perigos, deixou o rosto da rival todo cheio de sangue e venceu na decisão unânime, sendo 50-45, 50-44 e 50-43, para segurar de novo o título da categoria até 61,2kg e voltar a ser a "champ-champ" do UFC.

"Sinceramente, sabia que quando a Leoa não pegasse sua presa na primeira vez, pegaria ela na segunda vez. E agora fiz história, sou a campeã dupla de novo! (...) A melhor coisa que fiz foi fazer minha academia. Sinto que lá estou segura, que posso crescer, e que se tenho pessoas dedicadas só para mim, posso ser ainda melhor. Era para fazer o mesmo na última luta, mas eu não estava pronta", disse após a luta.

Agora, depois dessa luta épica, Amanda Nunes chegou às 22 vitórias conquistadas no MMA, com somente cinco derrotas sofridas. Como próxima desafiante, a brasileira está encarando um cenário incerto, já que pode ter uma trilogia com Julianna Peña, uma trilogia com Valentina Shevchenko ou até mesmo uma defesa de cinturão dos penas.

UFC no combate entre Amanda Nunes e Julianna Peña
UFC no combate entre Amanda Nunes e Julianna Peña (Crédito: GettyImages)

Os dois primeiros rounds

No início, Amanda Nunes mostrou dentro do octógono que seria uma lutadora mais cabeça, que não tinha somente o objetivo de se tornar campeã novamente, mas sim aproveitar para mostrar a sua superioridade. A brasileira passou a atingir o rosto de Julianna Peña na longa distância, e quando chegou mais perto, fez com que a americana dobrasse os joelhos. 

No início do segundo round, um cruzado de direita de Amanda foi o suficiente para desestabilizar Peña. Focada, a brasileira mandou a amaericana se levantar, mas demorou muito desse momento até que outro cruzado de direita por cima fizesse com que a a adversária caísse de novo no chão.

Amanda Nunes não queria dar fim no combate logo de cara, e de novo mandou a rival se levantar. Do outro lado, Peña mostrava ter resistência, e emendou um bom cruzado que chegou a pegar no rosto de Amanda, que conseguiu encaixar uma cotovelada. No final da parcial, a leoa mandou mais um cruzado de esquerda de encontro e aplicou o terceiro knockdown.

Mostrar mais

A brasileira já tinha muito claro em sua mente que vencer de primeira não era o que ela queria para a revenche. O objetivo era mostrar que ela não só tinha a capacidade de superar a rival, como também que era superior nas táticas e técnicas precisas da luta. Por conta disso, Amanda explicou o motivo pelo qual não finalizou de cara.

"Eu já esperava a guerra, Julianna é uma atleta dura, e é luta de cinturão, é isso que a gente tem que esperar, não quero luta fácil também. Precisava provar alguma coisa hoje, então precisava de cinco rounds, precisava não finalizar ela, precisava provar para ela que sou melhor do que ela. Foi muito importante. Tiveram muitos momentos que eu poderia ter finalizado e eu segurei", contou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!