Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Lutas / MMA » EITA!

Lutadora de MMA enfrenta assediador e afirma: "Estou arrependida, pois não bati o tanto que poderia ter batido”

Maria Ribeiro contou que quase quebrou o braço do indivíduo, que foi detido por políciais

Isabelly Cristaldo Publicado em 28/04/2020, às 09h52

Maria Ribeiro comentou sobre o ocorrido
Maria Ribeiro comentou sobre o ocorrido - Divulgação/Brave

A lutadora profissional de MMA, Maria Ribeiro se envolveu em uma confusão no último domingo, 26, em Sinop, Mato Grosso.

A morena, conhecida como Mulher Maravilha nas artes marciais, encarou um assediador, quando saía de casa para ir ao supermercado. Ela se preparava para entrar no carro, ao lado da cunhada e de uma amiga, quando um homem passou por elas de bicicleta, com o órgão genital para fora, se masturbando.

Inconformada com a cena, ela foi atrás do indivíduo pelas ruas do bairro Jardim Vitória Régia, como contou para o Globo Esporte.

“Ele passou se masturbando. Comecei a xingar de safado, de vagabundo. Entrei no carro e começamos a perseguição até o final do bairro. Desci do carro, ele partiu de bicicleta e fui atrás, correndo, descalça e o encontrei do outro lado. Eu dei dois tapas na cara dele. Fui de soco, de tudo. Dei um cruzado no queixo, e ele caiu. Fui para cima dele. Não tinha como... ele queria me chamar de doida na frente de todo mundo, disse que era trabalhador, mostrou as mãos calejadas”.

A atleta peso-mosca, 52 kg, contou que quase quebrou o braço do indivíduo.

“Eu estava transtornada, foi uma coisa que não imaginava nunca passar na vida. Quando ele caiu no chão, pensei: "Vou quebrar o braço desse vagabundo". Aí as pessoas começaram a me segurar, falaram que eu perderia a razão e não deixaram. Ele ficou com a boca sangrando. Estou arrependida, pois não bati o tanto que poderia ter batido”, contou.

Após a confusão, a Polícia Militar do 11º BPM realizou o Boletim de Ocorrência, e o cidadão foi detido pelos agentes.

Entretanto, na segunda-feira, 27, Maria Ribeiro foi até a Delegacia da Mulher para se inteirar dos próximos passos da investigação, mas ficou indignada ao saber que o assediador já está livre.

Fui hoje (segunda-feira) cedo na delegacia para ver se eu poderia fazer mais alguma coisa para mantê-lo por lá, se precisavam de testemunha... Ele já foi solto. Isso me revolta. Se eu soubesse que ia ser solto, teria espancado para ele não conseguir nem andar. Dá nojo, pavor desse tipo de gente, porque é assim que começa. É o primeiro estágio do estupro. Espero que tenha aprendido uma lição, que pegue medo de fazer um "trem" desses.”

A lutadora finaliza, indignada com a situação:

“Foi uma coisa muito séria. Eu estava com uma roupa delicada, blusa fluorescente. Ele nunca imaginaria na vida que a gente ia pegá-lo. Toda vez que olhar para uma mulher, agora, vai pensar duas vezes em aliciar, em se masturbar. É triste ele estar solto. Enquanto não estuprar e matar, não acontece nada”, lamenta.


5 itens essenciais para quem pratica esportes de luta

1- Kit Training - https://amzn.to/2qKYtVH

2- Kimono Jiu Jitsu Unissex - https://amzn.to/2NjtZlo

3- Saco de Pancada Profissional - https://amzn.to/2oiEMDP

4- Kit Boxe Muay Thai - https://amzn.to/2MPVl3z

5- Aparador de soco - https://amzn.to/2pdn05j

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!