Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Lutas / MMA » POLÊMICA!

Lutadora de Jiu-Jitsu acusa ex-treinador de a ter abusado sexualmente: "O via como um pai"

Ricardo De La Riva é responsável por parte dos treinos de Anderson Silva e rebateu as acusações

Isabelly Cristaldo Publicado em 05/04/2020, às 20h59

Claudia do Val acusou Ricardo De La Riva
Claudia do Val acusou Ricardo De La Riva - Instagram

Claudia do Val é tetracampeã mundial pela Federação Brasileira de Jiu-Jitsu.

A lutadora revelou em um canal do YouTube, Unleashed - The Game Changers, apresentado por Paola Diana, que já sofreu assédio sexual de seu ex-treinador, Ricardo De La Riva, famoso no meio da luta e responsável por parte do treino de Anderson Silva.

Segundo a atleta, o caso teria ocorrido em 2015 e contou que vivia um momento delicado em sua vida pessoal, pois tinha acabado de deixar um relacionamento abusivo, descoberto que estava com bulimia, e ainda tinha desenvolvido depressão (decorrente dos problemas anteriores).

No vídeo, Do Val ainda afirma que tudo teria começado através de uma mensagem no WhatsApp, em que o treinador disse que iria até a casa dela para fazer uma massagem.

Cláudia contou que chegou a pensar que tudo não passava de uma brincadeira, mas foi surpreendida quando o ex-técnico realmente apareceu em sua residência.

"Eu era muito ingênua em relação a ele e você pode dizer que eu era burra, porque tinha 25 ou 26 anos na época. Nunca passou pela minha cabeça que eu era uma mulher e ele era um homem, ele era como meu pai. (…) Entrei em pânico um pouco, mas eu estava tentando me convencer de que estava tudo bem. Eu era como "ele é como meu pai, quero dizer, é normal, que seu pai vá à sua casa fazer uma massagem". Mas então eu fiquei tipo: espero que ele esteja brincando.”

Relatou a brasileira, que seguiu:

"Ele chegou na minha casa, foi lá, pediu uma massagem. Meu coração estava como você sabe, quase saindo do meu corpo. Mas eu fiquei tipo: "Vai acabar logo, espero que ele vá embora e a massagem termine". E ele ficou tipo: "Ok, é a minha vez agora". Naquele momento, eu não sabia o que fazer comigo mesma. Havia algo morrendo dentro de mim, eu não sabia o que fazer. Ele começou a me tocar. Eu não disse não, não o parei… Estava morrendo por dentro. Eu o odeio tanto. Embora não tenha dito "não" com minha voz, tenho certeza de que minha linguagem corporal estava dizendo "não", porque não era uma escolha. Eu era como uma estátua", desabafou Do Val.

Em publicação em seu Instagram, De La Riva se pronunciou sobre as acusações que sofreu, e classificou-as como “inverídica e irresponsável”.

“Sempre tive uma conduta ilibada ao longo de todos esses anos na minha vida pessoal e profissional (...) Eu e a minha família fomos surpreendidos por uma acusação inverídica e irresponsável.”

O treinador ainda continuou, afirmando que ele e sua academia sempre prestaram apoio a atleta.

“Nesses últimos 5 anos, a Cláudia atingiu o seu ápice profissional, ganhando diversos campeonatos, realizando seminários, ganhando grande notoriedade no mundo do jiu jitsu, o que, sem dúvida, foi fruto do trabalho em equipe e profissional da família De La Riva, que nunca lhe deixou de prestar o devido suporte.”

Confira o pronunciamento completo de La Riva abaixo:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ao longo dos últimos 40 anos, dei início a uma história nos tatames que, com muito trabalho em equipe, força, determinação, respeito, caráter e paixão pelo Jiu Jitsu, nos uniu como uma verdadeira família. São mais de 80 escolas De La Riva espalhadas pelo mundo e aproximadamente 3 mil alunos e alunas, que são orientados por mim e pelos diversos professores associados. Em todos esses anos, a minha reputação foi construída sempre pautada pela ética, respeito e comprometimento. Sempre tive uma conduta ilibada ao longo de todos esses anos na minha vida pessoal e profissional, por isso, sou respeitado pela minha família, amigos e por todos os meus alunos e alunas. Dessa forma, foi com grande perplexidade e consternação que tomei conhecimento, neste final de semana, das alegações da Cláudia do Val, atleta pela equipe De La Riva por mais de 10 anos. Eu e a minha família fomos surpreendidos por uma acusação inverídica e irresponsável. Suas declarações, já há algum tempo, não fazem jus ao espírito de parceria e união que tanto nos orgulhamos, e atingiram o seu auge nestes últimos dias, mostrando, sem dúvida, ingratidão a todo o trabalho, orientação e suporte que lhe foram dispensados para a sua evolução profissional. Nesses últimos 5 anos, a Cláudia atingiu o seu ápice profissional, ganhando diversos campeonatos, realizando seminários, ganhando grande notoriedade no mundo do jiu jitsu, o que, sem dúvida, foi fruto do trabalho em equipe e profissional da família De La Riva, que nunca lhe deixou de prestar o devido suporte. Em tempos de mídia social, como vocês bem sabem, qualquer declaração irresponsável pode tomar grande proporção, tendo o poder de prejudicar de forma irreversível a reputação de pessoas, sem a observação ao direito de defesa e ao contraditório. [Continua nos comentários]

Uma publicação compartilhada por Ricardo de la Riva (@delarivaoficial) em

 

Confira também o vídeo completo da entrevista de Claudia ( disponível com legenda em português):


 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!