Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Lutas / MMA / VAI PARAR?

Glover Teixeira revela ideia de aposentadoria, mas com o cinturão

Glover Teixeira segue sua preparação para o confronto contra Jiri Prochazka em junho, onde vai defender o título dos meio-pesados do Ultimate

Redação Publicado em 18/05/2022, às 07h29

Glover Teixeira, lutador - GettyImages
Glover Teixeira, lutador - GettyImages

Glover Teixeira segue sua preparação para a defesa do cinturão no dia 11 de junho, contra Jiri Prochazka, em Singapura, pelo UFC 275. O lutador contou ao podcast "Mundo da Luta" como está esse processo para ficar com o título e ainda surpreendeu revelando que pensa na aposentadoria, mas que ela seria perfeita se fosse após essa vitória.

"O plano perfeito seria eu ganhar essa luta, que estou com foco total, e fazer uma última disputa que seria em novembro, em Nova York, que é perto da cidade onde vivo há 20 anos, é perto da minha academia", disse Glover Teixeira, que vai completar 43 anos em outubro e que projetou como seria seu fim de carreira ideal, afirmando que este dia está bem próximo.

CANAL - SPORTBUZZ:

"Seria minha despedida da luta. No momento estou pensando isso. Vou estar com 43 anos em novembro, independente se vou estar lá em cima, sendo o melhor do mundo ou não, eu quero parar esse ano. Provavelmente será meu último ano. Não quero tomar essa decisão depois de uma luta, mas é o que já estou pensando há um tempo", continuou.

Não quero me aposentar igual ao (Henry) Cejudo, que toda hora fica querendo uma luta. Quando me aposentar eu quero ficar tranquilo. Eu acredito que seria um plano perfeito. O plano perfeito seria eu me aposentar com o cinturão esse ano, mas pra isso a gente tem muita coisa a ser feita, tem que ver se pode ser em Nova York, e eu ainda tenho que ganhar de um cara duro pra caramba. Essa é minha visão", falou o lutador.

Glover também contou como é a sensação de ser o vencedor de um título no maior evento de MMA do mundo, e disse que esse fato não mudou nada em sua vida depois de ter alcançado o tão sonhado objetivo. Ele ainda destaca que é algo tão grandioso que todos os lutadores do mundo deveriam experimentar.

"Eu gostaria que todos os lutadores tivessem esse sentimento um dia na vida. É o melhor sentimento do mundo porque você consegue, é um sonho, uma meta que você traça, e você consegue. Eu não mudei meu estilo de vida, vivo do mesmo jeito, com as mesmas pessoas. Não mudei nada (com o cinturão). Sou feliz assim, por que vou mudar?", finalizou.

Glover Teixeira em cima do ringue
Glover Teixeira em cima do ringue (Crédito: GettyImages)

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!