Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Lutas / MMA / EXPLICANDO

Borrachinha nega ter dado cotovelada em enfermeira e faz desabafo

Borrachinha se pronunciou de forma oficial depois de ter sido acusado de supostamente ter agredido uma enfermeira em Contagem, Minas Gerais na última semana

Redação Publicado em 06/06/2022, às 08h43

Borrachinha, lutador - GettyImages
Borrachinha, lutador - GettyImages

Borrachinha se pronunciou oficialmente na última sexta-feira, 3, para tentar se defender da acusação de que supostamente teria agredido uma enfermeira na segunda-feira, 30, em Contagem, Minas Gerais. Através de um vídeo, o lutador peso-médio negou que tivesse dado uma cotovelada na profissional de saúde, acusando a mesma de agir de má fé.

"Essa acusação é falsa e foi uma tentativa de me prejudicar", disse Borrachinha logo no início do vídeo, que tem 14 minutos de duração. O lutador ainda exigiu que a enfermeira fizesse uma retratação pública sobre o fato, dizendo que o que havia declarado no início é falso, e que o mesmo não a agrediu como havia sido divulgado.

Canal - SportBuzz

Assim, como prova de que não teria agredido a profissional de saúde, Borrachinha mostrou duas fotos da boca da enfermeira, local em que ela alega ter recebido a cotovelada. Nas imagens é possível ver que os lábios não apresentam nenhum sinal claro de estarem inchados ou cortados, mostrando que sequer foram atingidos.

Na sequência do vídeo, ele diz repudiar veementemente qualquer tipo de violência contra a mulher, falando inclusive sobre os episódios de violência domiciliar que aconteceram em sua família, mas ainda assim cita a "Síndrome da mulher de Potifar", teoria que aborda falsas acusações de crimes sexuais, com o objetivo de cobrar uma melhor apuração antes da divulgação de acusações desse tipo.

Borrachinha, lutador
Borrachinha, lutador, encostado no ringue (Crédito: GettyImages)

"Vou deixar aqui o espaço para que ela se retrate publicamente, que ela peça desculpas, que ela diga que foi equivocada a atitude, que ela errou, que não houve agressão física contra ela. Acho que é o mínimo diante de uma acusação tão grave como foi a que ela imputou a mim. Caso contrário, terei que protocolar judicialmente uma ação", disse o lutador.

Apesar de ter gravado o vídeo para se explicar, Borrachinha não falou o que realmente aconteceu na situação em questão. De acordo com os relatos das enfermeiras para a Guarda Municipal de Contagem, ele teria comparecido à sala de aplicação de vacinas do coronavírus disposto a se vacinar, mas tentou sair com o cartão de vacinação antes de receber a dose.

Assim, de acordo com o seu depoimento à guarda, o lutador garante que recebeu sim a vacina, mas que as enfermeiras não o deixaram sair. Com todo o acontecido, ele foi conduzido até a delegacia para prestar esclarecimentos assim como a profissional que teria sido agredida. O caso segue sendo analisado pelas autoridades competentes. 


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!