Sportbuzz
Testeira
Colunistas / José Renato / CLUBES PAULISTAS

Conheça a origem dos distintivos dos principais clubes paulistas - parte II

Saiba como surgiram os nomes e os emblemas de outros clubes de São Paulo

José Renato Publicado em 03/08/2021, às 13h53 - Atualizado às 15h10

Escudos de outros conhecidos clubes de São Paulo - Getty Images/ Divulgação
Escudos de outros conhecidos clubes de São Paulo - Getty Images/ Divulgação

GUARUJÁ

O escudo da Associação Desportiva Guarujá, time do litoral sul de São Paulo, ostenta um cavalo-marinho amarelo. Por isso, o animal acabou se tornando a mascote do clube. No entanto, a torcida não considera esse representante forte e viril o suficiente para simbolizar o clube.

Em princípio, pensava-se na baleia, mas, como o vizinho Santos já utiliza tal mascote, adotou-se o tubarão como símbolo. Atualmente, o Guarujá convive com duas mascotes, assim como o Palmeiras, que tem o tradicional periquito e o simpático porco. Já as cores, o azul e o branco, foram baseadas na bandeira da cidade de Guarujá.

JUVENTUS DA MOOCA

Inicialmente o time se chamava Cotonifício Rodolfo Crespi, equipe da empresa de um emigrante italiano, o nome atual foi adotado em 1930. A princípio se queria adotar as mesmas cores da Juventus de Turim, mas a partir da sugestão do próprio Rodolfo Crespi optou-se pelo grená, que é a cor da equipe rival da Juventus em Turim, o Torino.

Convém lembrar que a cor grená do Torino foi inspirada nos lenços cor de sangue utilizados pelos soldados da Brigada Savoia, que tinham expulsado os franceses da cidade de Turim em 1706. A partir daí criou-se um dos mais simples, mas igualmente um dos mais belos distintivos de um time de futebol do mundo: apenas com um "j" dentro de um escudo circular grená.

LINENSE

O Clube Atlético Linense foi fundado em 1927 e passou a adotar o elefante como símbolo a partir da grande comemoração da conquista do título da segunda divisão paulista de 1952. A festa foi empolgante e contou com a maciça participação de seus torcedores, que convenceram o dono de um circo que se apresentava na cidade de Lins a emprestar o seu elefante para desfilar no meio da torcida.

Foi algo tão inusitado que ficou definitivamente marcado na mente do povo local. Isso foi suficiente para que ele ganhasse espaço também no alto do distintivo da equipe. Desde então, a equipe também passou a ser conhecido como o Elefante da Noroeste.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!