Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / SITUAÇÃO COMPLICADA!

Zidane revela que Marcelo vai mesmo precisar ser mesário, mas garante brasileiro diante do Chelsea

Marcelo foi convocado para ser mesário nas eleições da Espanha e poderia perder partida diante do Chelsea com Zidane

Redação Publicado em 30/04/2021, às 08h57

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Zidane garante Marcelo contra o Chelsea - GettyImages
Zidane garante Marcelo contra o Chelsea - GettyImages
Não teve jeito!Marcelo vai ter mesmo que ser mesário nas eleições na Espanha na próxima quarta-feira, 5. Porém, nem tudo está perdido, já que o técnico Zidane garantiu que ele vai viajar para enfrentar o Chelsea pela Champions League no mesmo dia.
O técnico Zinedine Zidane confirmou a informação em entrevista coletiva nesta sexta-feira, 30, contando que o brasileiro pode estar em campo para a decisão da vaga na semifinal da competição.
"É o que é. Ele vai cumprir suas obrigações, mas na quarta-feira estará conosco", disse.
O departamento jurídico do RealMadrid até tentou convencer a Mesa Eleitoral de que o brasileiro precisava ser dispensado, já que precisaria viajar para a Inglaterra na terça-feira, 4, junto ao elenco merengue.
No entanto, de nada adiantou já que as autoridades eleitorais consideram que Marcelo pode viajar até o país vizinho na própria quarta-feira, dia do jogo, o que deve mesmo acabar acontecendo.
Zidane lembrou que mesmo depois das muitas lesões na temporada, ele considera que o time merengue está bem fisicamente. Porém, não descartou que vai fazer mudanças na equipe para o confronto contra o Osasuna, neste sábado, 1, embora tente mandar boa parte dos titulares a campo.
Uma das novidades é que o zagueiro SergioRamos estará novamente disponível, depois de se recuperar de lesão.
O comandante analisou que "Não é fácil gerenciar o elenco, porque todos opinam" em um clube como o Real Madrid.
Além disso, ele minimizou o impacto da derrota do Barcelona para o Granada na disputa pelo título espanhol, quando o time catalão poderia ter tomado a liderança caso vencesse.
"Não vai mudar nada. Os arredores não controlamos. Não me alegro com as derrotas dos rivais. Será difícil e vamos tentar. Faltam sete jogos, e não pensamos no final", contou.
Agora, o Real Madrid enfrentará o Osasuna neste sábado, às 16h (horário de Brasília), em casa, tendo a chance de assumir a liderança do Campeonato Espanhol.
No entanto, para que isso aconteça, a equipe precisa vencer e torcer para um tropeço do rival Atlético diante do Elche, às 11h15 (horário de Brasília).
Na quarta, o rival será o Chelsea, pelas semifinais da Liga dos Campeões, em Londres. Vale lembrar que no primeiro jogo, as equipes empataram em 1 a 1.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!