Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » Não ao racismo!

Willian, jogador do Arsenal, denuncia ataques racistas em suas redes sociais

Por meio de seu Instagram, o jogador expôs “prints” de mensagens ofensivas que recebeu nas últimas horas

Redação Publicado em 19/02/2021, às 19h23 - Atualizado às 19h25

Willian em campo com a camisa do Arsenal
Willian em campo com a camisa do Arsenal - Getty Images

O jogador Willian Borges da Silva que atualmente joga pelo Arsenal, da Inglaterra, utilizou suas redes sociais nesta sexta-feira para denunciar mensagens racistas que vêm recebendo após o empate de seu time em um a um contra o Benfica pela Liga Europa na última quinta-feira. O camisa 12 entrou em campo apenas nos acréscimos.

Em seu perfil no Instagram, o atacante postou as ofensas que recebeu junto com uma mensagem: “Algo precisa mudar! A luta contra o racismo continua”. Em quase todas as mensagens expostas por ele, é possível ver a palavra “macaco”, junto com ícones do animal e de bananas. Um dos agressores diz para o atleta “voltar para a selva”.

Este ataque racista a Willian acontece em um momento em que os próprios clubes da Inglaterra estão se unindo contra o preconceito. Rivais como Manchester United, Manchester City, Everton e Liverpool já deixaram suas diferenças de lado e uniram forças emitindo um comunicado conjunto pedindo o fim do racismo.

“Todos nós precisamos trabalhar juntos para acabar com este tipo de comportamento. Isso inclui os clubes, as entidades responsáveis, os torcedores, a imprensa e os políticos. Mas exige a ajuda e o compromisso das empresas de redes sociais”, afirmou um porta-voz do Arsenal, horas depois da postagem do jogador.

Antes de Willian outros jogadores do futebol inglês também haviam sofridos injúrias raciais recentemente. Nomes como os de Marcus Rashford, Lauren James, Anthony Martial e Alex Tuanzebe, jogadores do Manchester United, Reece James, do Chelsea e Alex Jankewitz do Southampton.

Nós nos comprometemos a usar nossa voz e nossa rede de apoio para fortalecer medidas e ações tomadas por autoridades relevantes para punir os responsáveis por estes abusos, o que afeta todos nós. Se um indivíduo destes for sócio do Arsenal, será banido do clube”, finalizou o representante da equipe londrina.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!