Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Waguininho do Cruzeiro teria ameaçado quarto árbitro: "Te dar um soco"

Na súmula da partida entre Cruzeiro e América-MG estaria constando a ameaça feita por Waguininho ao quarto árbitro depois da expulsão

Redação Publicado em 03/02/2022, às 09h23

Waguininho, jogador do Cruzeiro em campo pelo time - Gustavo Aleixo/Cruzeiro/Flickr
Waguininho, jogador do Cruzeiro em campo pelo time - Gustavo Aleixo/Cruzeiro/Flickr

Na derrota do Cruzeiro por 2 a 1, no clássico diante do América-MG, pelo Campeonato Mineiro, Waguininho acabou sendo expulso por conta de uma agressão a Patric. No entanto, para piorar a situação, a súmula da partida ainda relatou que o jogador cruzeirense ameaçou o quarto árbitro da partida, André Luiz Skettino Policarpo Bento.

"O atleta expulso, ao deixar o campo de jogo, se dirigiu ao quarto arbitro proferindo as seguintes palavras: 'Você é um safado, eu deveria dar um soco na sua cara!'", teria dito o jogador do Cruzeiro ao quarto árbitro no momento da expulsão, segundo consta na súmula liberada da partida pelo clássico mineiro.

Canal - SportBuzz

Foi o próprio quarto árbitro, André Luiz que foi o responsável por informar ao árbitro principal da partida, Ricardo Marques Ribeiro, a expulsão de Waguininho. O lance em questão, envolvendo Patric aconteceu fora da disputa de bola, e naquele momento, o juiz estava com o olhar direcionado para o outro lado do campo, onde o jogo acontecia.

Com isso, Patric ficou caído no gramado, enquanto o lance continuou normalmente, até que o banco de reservas do América-MG passou a reclamar bastante para que o árbitro voltasse sua atenção para ele. Com a paralisação do jogo, André Luiz e Ricardo Marques conversaram, e o árbitro principal mostrou o cartão vermelho direto para Waguininho. 

Jogadores do Cruzeiro na partida em que Waguininho foi expulso
Jogadores do Cruzeiro na partida em que Waguininho foi expulso (Crédito: Gustavo Aleixo/Cruzeiro/Flickr)

 

"Após ser informado pelo quarto árbitro, sr. André Luiz Skettino Policarpo Bento, expulsei com cartão vermelho direto, o atleta número 11, sr. Wagner da Silva Souza, por praticar conduta violenta contra seu adversário de número 2, sr. Patric Cabral Lalau, lhe atingindo com um tapa e um soco nas costas, quando a bola não era objeto de disputa", escreveu o árbitro na súmula.

Inclusive, esse lance envolvendo Waguininho mudou o rumo de todo o clássico. Naquele momento, o Cruzeiro era melhor do que o América dentro de campo, e já tinha marcado um gol no adversário com Edu, mas que foi anulado pelo auxiliar. Esse lance em questão aconteceu três minutos antes de o vermelho ser apresentado para o camisa 11 cruzeirense.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!