Sportbuzz
Testeira
Futebol » COMPLICADO

Viña, Arrascaeta e Suárez se pronunciam sobre realização da Copa América: "Não é o momento"

Jogadores ressaltaram o momento difícil que está sendo vivido pelos países para que a Copa América aconteça agora

Redação Publicado em 01/06/2021, às 12h29

Jogadores se mostram contra a realização da Copa América
Jogadores se mostram contra a realização da Copa América - GettyImages
A realização da Copa América está rendendo muitas reações negativas no mundo do futebol justamente por ser um evento grande, realizado na América do Sul, podendo acontecer no Brasil, inclusive, e durante um momento delicado da pandemia de coronavírus nesses países.
 
O lateral-esquerdo MatiasViña, do Palmeiras, e o meia GiorgianDeArrascaeta, do Flamengo, se apresentaram à Seleçãodo Uruguai na segunda-feira, 31, para os compromissos pelas eliminatórias da Copa do Mundo.
 
Na chegada a Montevidéu, os dois jogadores foram questionados sobre a realização da Copa América nesse momento e se mostraram contra.
 
"Pessoalmente, por tudo o que está passando na pandemia, acho que não se deveria jogar. Mas, se se deve jogar, vamos jogar", disse Matías Viña, ao programa "La Ora Deportiva", da rádio "970 Universal".
 
"O mundo está vivendo, a dificuldade que estamos vivendo, poucos países tem condições. Eu acho que agora não é o momento indicado para jogar. Mas nós não podemos fazer nada", opinou Arrascaeta.
 
No mesmo dia, o zagueiro DiegoGodín, capitão do time, deu entrevista coletiva e falou sobre a determinação do grupo para conquistar o título da Copa América. O país é o maior vencedor do torneio, com 15 troféus, sendo o último de 2011.
 
"Pensamos na possibilidade de jogar uma Copa América com a ilusão e a vontade de ganhar, para ter o título de número 16 para o Uruguai", contou.
 
No último sábado, 29, antes da transferência da Copa América para o Brasil, o atacante LuisSuárez também havia se mostrado contrário à realização da Copa América, devido ao grande número de casos de Covid-19 na América do Sul.
 
"Estamos em uma situação difícil a nível mundial, chama a atenção que se jogue, nessa realidade, mas no momento temos que enfrentar isso da melhor maneira possível e não pensar na pandemia. Na América do Sul nos últimos meses e na argentina o cenário sé dos mais complicados", declarou Suárez, em uma entrevista coletiva em sua chegada ao país.
 
O Uruguai enfrenta na próxima quinta-feira, 3, o Paraguai, no Estádio Centenário, em Montevidéu. Depois, no dia 8, vai encarar a Colômbia, no Estádio Metropolitano Barranquilla, fora de casa.
 
A Seleção do Uruguai está em quinto lugar na tabela de classificação das Eliminatórias Sul-Smericanas, com seis pontos. A Celeste obteve duas vitórias e duas derrotas nos quatro primeiros jogos.

 

 
 
 
 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!