Sportbuzz
Testeira
Futebol / COLETIVA!

Vice do Grêmio faz forte cobrança ao elenco e dispara: "Quem não respeitar a camisa, vai bailar"

Dirigente chegou ao Grêmio na última semana e já vem causando polêmica

Redação Publicado em 18/10/2021, às 20h10

Dirigente chegou ao Grêmio na última semana - Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Flickr
Dirigente chegou ao Grêmio na última semana - Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Flickr

Com poucos dias como dirigente do Grêmio, o vice de futebol Dênis Abrahão já deixou claro que não tem papas na língua e nem se preocupa com as fortes declarações dadas no momento delicado vivido pela equipe gaúcha.

Em entrevista coletiva no último domingo, 17, o dirigente projetou a sequência de temporada para o Imortal e fez uma forte cobrança sobre empenho aos jogadores. Além disso, Dênis garantiu que quem não demonstrar vontade vai sair do clube.

 

Nós vamos continuar assim até o fim do campeonato. Vai ter intensidade. Sabemos porque ganhamos e sabemos porque perdemos. Sabemos porque tomamos os dois gols. O Vagner (Mancini) cantou antes do jogo e erramos. Se nós vamos conseguir vencer todas as partidas eu não sei”, iniciou o dirigente do Grêmio.

A entrega vai ser desse jeito se não alguma coisa vai rolar aqui dentro. Fora desse esquema não tem. Ou te entrega de corpo e alma e ama essa camisa, respeita a tradição desse clube, ou muita gente vai bailar. Enquanto eu for vice do Grêmio vai ser assim”, completou.

Questionado sobre o trabalho de Vagner Mancini, o vice do Grêmio garantiu ter total confiança no trabalho do treinador. Segundo ele, o clube fez um pacto para sair da incômoda situação e evitar a queda para a Série B.

Tenho convicção no trabalho do Vagner. Gosto dele como pessoa, mas também como treinador. É um somatório de fatores, nada é individual. Fizemos um pacto: iniciamos esse processo e vamos terminar com os objetivos alcançados. Trabalhamos de forma organizada e planejada”, concluiu Dênis Abrahão.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!