Sportbuzz
Testeira
Futebol / SÉRIE B

Vasco: Pássaro defende diretoria após derrota para o Botafogo

“Se a solução estiver na minha saída, sou primeiro a renunciar”, diz diretor de futebol em entrevista coletiva

Redação Publicado em 08/11/2021, às 13h33

Vasco: Pássaro defende diretoria após derrota para o Botafogo - YouTube/ Vasco TV
Vasco: Pássaro defende diretoria após derrota para o Botafogo - YouTube/ Vasco TV

O Vasco praticamente deu adeus ao acesso à Série A do Campeonato Brasileiro após a goleada por 4 a 0 sofrida para o Botafogo, no clássico válido pela 34ª rodada da Série B. Depois da derrota em São Januário, o diretor-executivo do cruzmaltino, Alexandre Pássaro, saiu em defesa da diretoria do clube.

O dirigente, que abriu a entrevista coletiva de Fernando Diniz, afirmou que a atual gestão ‘vai tirar o Vasco de onde está’ num futuro muito breve.

“Estou aqui para dizer para a torcida do Vasco, que hoje está muito chateada e não quer ouvir praticamente nada, que, embora esportivamente a gente não tenha conquistado o objetivo, a gestão comandada pelo Jorge Salgado vai, num futuro muito breve, tirar o Vasco de onde está, onde foi entregue ao Jorge Salgado”, disse Pássaro.

Alvo de críticas de torcedores, Pássaro lamentou a derrota e afirmou que pode deixar o cargo no clube caso haja o entendimento de que ele é o problema.

“Acho que todo mundo tem o direito de achar qualquer coisa, de fato a gente confia nos nossos atletas, confia no que a gente fez, mas infelizmente não deu certo. É uma frustração enorme, uma frustração gigante, uma decepção do tamanho do mundo. Hoje é um dia muito triste por não termos conquistado nossos objetivos, mas isso é uma coisa que tem várias formas de ver. O time do Vasco já foi o melhor time da Série B e deixou de ser uma três ou quatro vezes ao longo do campeonato. Em nenhum momento eu ou o departamento que eu comando pensou na individualidade das pessoas, a gente sempre pensou no Vasco. Tem uma estrada pavimentada para o futuro”, disse.

“Eu não tenho problema nenhum, tenho contrato até o final do ano que vem, quando cheguei aqui o time ainda estava na Série A, mas sabendo do risco. Eu não quero ser parte do problema. Se tudo isso que o Vasco vê hoje, a situação em que chegou, se a solução estiver na minha saída, eu sou o primeiro a renunciar para que o Vasco suba, para que o Vasco esteja onde merece estar”, completou.

O Vasco volta a campo na próxima quarta-feira, 10, às 21h30 (de Brasília), para enfrentar o Vitória, em casa, pela 35ª rodada da Série B.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!