Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Vasco bate o martelo sobre futuro de Marcelo Cabo; saiba mais

Marcelo Cabo está sob pressão no Vasco e pode deixar o clube

Redação Publicado em 17/06/2021, às 18h49 - Atualizado às 19h06

Marcelo Cabo ainda não sabe qual vai ser o seu futuro no Vasco - Rafael Ribeiro/Vasco
Marcelo Cabo ainda não sabe qual vai ser o seu futuro no Vasco - Rafael Ribeiro/Vasco

Marcelo Cabo está sob muita pressão no Vasco. Desde a final da Taça Rio, o treinador não consegue fazer com que o elenco cruzmaltino consiga desempenhar um bom futebol e, devido a essa dificuldade, muitos torcedores, além de dirigentes estão insatisfeitos com o desempenho da equipe alvinegra até este momento da temporada. 

 

De acordo com informações do site "Globo Esporte", Alexandro Pássaro e alguns membros da diretoria se reunirão nesta quinta-feira, 17, para discutir o que está acontecendo com o elenco e também sobre o futebol praticado. A publicação ainda garante que Marcelo Cabo está respaldado no cargo, mas até a próxima rodada da série B do Brasileirão, contra o CRB

O futuro do técnico no Vasco vai depender muito de como o Cruzmaltino vai jogar diante dos rivais alagoanos. O site ainda informou que existe grande pressão externa e interna em cima de Marcelo Cabo e o treinador terá de se manter forte para o jogo contra o CRB, se não conseguir uma boa atuação, as chances de ser demitido vão ficar ainda maiores. 

A única certeza é de que o treinador vai ser mantido no cargo até o jogo deste sábado, 19, que vai ser realizado em São Januário, às 16h30. Vale ressaltar, que o Vasco só conseguiu uma vitória nos últimos quatro jogos e vem de uma derrota dolorosa para o Avaí. 

ATOS DE VANDALISMO CONTRA JOGADORES!

Na última quarta-feira, 17, o Vasco recebeu o Avaí e acabou saindo derrotado por 2 a 0. A maneira como o time jogou resultou numa grande revolta em parte da torcida do clube, que acabou apedrejando carros de Bruno Gomes e Léo Jabá. Nas redes sociais, os jogadores dispararam contra a atitude, que poderia ter machucado ambos. 

Em seu Instagram, Léo Jabá utilizou os seus stories e deixou claro que é totalmente contra esse tipo de atitude. Segundo o atacante, é totalmente normal protestar, mas a violência não deve se sobressair ao senso e o atleta do Vasco fez um longo desabafo contra os torcedores que apedrejaram o seu carro. 

"Protestar e criticar é totalmente aceitável. Somos profissionais e estamos acostumados com julgamentos todos os dias. O que não dá para aceitar são condutas violentas que colocam a integridade física de trabalhadores em perigo. Ninguém fica feliz com um momento ruim. Ninguém trabalha para fazer as coisas de forma errada. Você acha que a motivação vem a partir de uma agressão? Lamento, está totalmente equivocado. Se você concordar com esse tipo de atitude, precisa rever seus conceitos!", publicou. 

Crédito: Instagram / Jogadores do Vasco sofreram com torcida 

 

Quem também sofreu com as atitudes violentas dos torcedores do Vasco foi Galarza e Bruno Gomes. Nas redes sociais, o volante desabafou em relação ao ocorrido e ressaltou que o apedrejamento em seu carro poderia ter machucado e causado um acidente ainda maior. 

"E se eu estou com o vidro aberto? E se eu perco o controle da direção? E meu prejuízo no carro? Estávamos eu e Matías (Galarza) no carro, e isso podia ter acabando com um acidente grave!", escreveu o Bruno Gomes em suas redes sociais.

CONFIRA A NOTA QUE O VASCO DIVULGOU!

"O Vasco da Gama repudia toda e qualquer forma de violência. O Clube compreende a insatisfação dos torcedores com os resultados, mas a solução não passa pelo uso de agressões e ameaças como formas de protesto contra atletas e membros da comissão técnica", relatou o clube.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!