Sportbuzz
Testeira
Futebol / FORÇA!

Ucrânia: Athlético-PR manda mensagem de apoio e muda cores do escudo

Athlético-PR utilizou suas redes sociais para demonstrar apoio à Ucrânia em meio a invasão russa, que já causou diversas mortes e feridos no país

Redação Publicado em 25/02/2022, às 12h08

Athletico-PR demonstra apoio à Ucrânia - GettyImages
Athletico-PR demonstra apoio à Ucrânia - GettyImages

O Athletico-PR foi mais um clube brasileiro que se posicionou diante da invasão russa na Ucrânia, na madrugada desta quinta-feira, 24. O clube, que geralmente não se manifesta sobre casos alheiros ao futebol, demonstrou apoio ao povo ucraniano, e mudando as cores do seu escudo, pediu pelo fim da guerra.

Assim, o escudo do clube paranaense foi modificado para encaixá-lo em meio a bandeira do país do Leste Europeu, que sob constante ataque da Rússia desde a ordem de invasão dada pelo presidente Vladimir Putin. Além disso, a equipe também incluiu a hashtag "stop war" que, em tradução literal do inglês significa "pare a guerra".

Canal - SportBuzz

No entanto, apesar de a iniciativa ter sido pensada de forma positiva, a repercussão nas redes sociais, muito por conta das ligações feitas no passado entre posicionamentos da atual gestão do clube e o Governo Federal, não foi das mais legais entre os seguidores e os próprios torcedores do Athlético-PR, que se dividiram.

Enquanto alguns fizeram "pouco caso" da forma como o apoio do clube foi dado à Ucrânia, outros lembraram da contratação do lateral-direito Marcinho, que aguarda julgamento depois de ser acusado por homicídio culposo, sendo agravado pela ausência de prestação de socorro às vítimas, ao atropelar um casal no Rio de Janeiro, em dezembro de 2020.

Athletico-PR demonstra apoio a Ucrânia
Athletico-PR demonstra apoio a Ucrânia (Crédito: GettyImages)

 

Personalidades se manifestam

Principal ídolo esportivo da Ucrânia, Andriy Shevchenko publicou nesta quinta-feira, 24, um texto pedindo apoio ao seu país. Além dos jogadores brasileiros que estão por lá, em meio a guerra com a Rússia, outras personalidades do esporte se manifestaram nas redes sociais lamentando todo o caos e tristeza que os ucranianos estão vivendo.

"Meu povo e minha família estão em perigo. A Ucrânia e seu povo querem paz e integridade territorial. Por favor, peço a você que apoie nosso país e exorte o governo russo a parar com sua agressão e violação do direito internacional. Queremos apenas paz. A guerra não é necessária. Guerra não é a resposta", disse Shevchenko, ex-atacante e técnico da Seleção Ucraniana

Além dele, Neymar Jr. também utilizou suas redes sociais para comentar os ataques mandados pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin. O atacante do PSG publicou um story no "Instagram" dando apoio aos jogadores brasileiros que atuam na Ucrânia, além de republicar o vídeo divulgado por David Neres, do Shakhtar Donetsk.

Também peça do elenco do PSG, o zagueiro Sergio Ramos pediu o fim dos ataques: "Na Ucrânia, mais de 7,5 milhões de crianças estão em risco. O cessar-fogo deve ser imediato", escreveu o jogador em suas redes sociais, assim como Rodrygo, do Real Madrid, que publicou uma mensagem de apoio ao povo ucraniano e aos brasileiros que vivem lá.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!