Sportbuzz
Testeira
Futebol / ACOSTUMANDO

Turco comenta adaptação ao Atlético-MG: "Não posso mais vestir azul"

Novo comandante do Atlético-MG, Turco contou que teve que adaptar seu guarda-roupas, e excluir as roupas azuis por conta da nova realidade de estar à frente do Galo

Redação Publicado em 22/02/2022, às 14h24

Antonio Mohamed Turco, treinador do Atlético-MG - GettyImages
Antonio Mohamed Turco, treinador do Atlético-MG - GettyImages

Há um pouco mais de um mês no comando do Atlético-MG, Antonio "El Turco" Mohamed já sabe o que pode ou não pode fazer no clube mineiro. Apesar de já ter levantado seu primeiro troféu com a equipe, ele segue em período de adaptação, e aos poucos vai conhecendo os bastidores, os torcedores e as superstições do Galo.

Um dos exemplos do que ele aprendeu é que vivendo em Minas, terra da rivalidade entre Atlético-MG e Cruzeiro, utilizar alguma peça azul não é mais algo que pega bem. Para contornar a situação, e ficar com um saldo positivo com a torcida, ele prefere evitar problemas, e investe em cores mais neutras.

 

Canal - SportBuzz

"Não posso mais vestir terno azul claro ou azul celeste, como sempre faço, porque são as cores do rival. Então, uso preto, branco, cinza ou azul bem escuro. Que bobagem", contou em entrevista ao jornal argentino "Olé".

Além disso, o treinador também contou que nesse um pouco mais de um mês no Atlético-MG aprendeu que diferentemente da Argentina, o clube não é conhecido somente como "Mineiro". "Não, não. Aqui é Atlético, não Mineiro. Para Argentina é Mineiro, mas aqui é Galo ou Atlético", disse.

Turco, treinador do Atlético-MG
Turco, treinador do Atlético-MG (Crédito: GettyImages)

 

Apesar do pouco tempo de casa, o argentino está conquistando os jogadores e diretoria nos bastidores da Cidade do Galo. Um exemplo disso é que ele é frequentemente elogiado por sua irreverência e leveza com que leva o dia a dia. O volante Allan, por exemplo, chamou o técnico de 'figuraça': "Muito engraçado, gente boa demais. Um cara super do bem".

Até por conta dos títulos recém-conquistados, e a atual posição no Brasileirão, o ambiente não poderia ser outro de tão positivo, e ele conta que não teria como estar mais animado do que hoje por estar sob o comando do atual campeão brasileiro, da Copa do Brasil e, agora, da Supercopa.

"Um mês ou um pouco mais se passou e passou muito rápido. Estou muito animado. Ainda não tive muito tempo para fazer outra coisa além de futebol, porque aqui se joga toda semana e estamos metidos nisso", apontou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!