Timo Werner chegou no Chelsea com a expectativa de atuar no mesmo nível que apresentou quando esteve no RBLeipzig. Porém, o jogador ainda não conseguiu convencer, e deixou o treinador Thomas Tuchel extremamente irrita após o empate contra o Real Madrid.
 
Até o momento, com muitos gols perdidos que podem fazer falta aos Blues, o atleta coloca o investimento de R$ 312 milhões em dúvida.
 
 
Pela primeira partida das semifinais da Champions contra o Real Madrid, no Estádio Alfredo Di Stéfano, foram três boas chances que o alemão desperdiçou. Uma delas foi muito clara e fizeram o técnico Thomas Tuchel criticar o desempenho centroavante.
 
"Perdeu uma boníssima chance diante do West Ham e, agora, uma muito clara diante do Real Madrid. Isso não ajuda. De toda maneira, nada ajuda ficar se lamentando sobre ele o tempo todo", disse antes de completar.
 
"Estamos tristes e com raiva agora, isso é normal. Ele está triste, com raiva e desapontado, mas amanhã (por hoje) ele tem um dia de folga e no dia seguinte deve levantar a cabeça. Está trabalhando muito e não vai parar de acreditar. Não acho que estamos apontando o dedo para ele", finalizou.
 
Desde que chegou ao Chelsea, Timo Werner entrou em campo em 42 jogos e marcou 10 gols. Pelo RB Leipzig, em sua última temporada, o atacante teve o melhor desempenho da carreira, marcando 34 jogos e atuando em 28 gols.
 
Com o empate por 1 a 1 na Espanha, na próxima semana, o 0 a 0 classifica o Chelsea para mais uma final de Champions League. Quem vencer por qualquer placar também estará na decisão.
 
Antes de voltar a ficar frente a frente com o Real Madrid, os Blues terão compromisso pela Premier League. No sábado, 1, no Stamford Bridge, encaram o Fulham, às 13h30 (horário de Brasília).