Sportbuzz
Testeira
Futebol / VISH!

Treinador do América-MG desabafa sobre vaias na Libertadores

Treinador do América-MG, Marquinhos Santos respondeu as vais dos torcedores após derrota da equipe na Libertadores; confira o que ele disse!

Redação Publicado em 07/04/2022, às 11h12

Treinador do América-MG, Marquinhos Santos falou sobre a derrota na Libertadores - Mourão Panda / América
Treinador do América-MG, Marquinhos Santos falou sobre a derrota na Libertadores - Mourão Panda / América

Marquinhos Santos desabafou sobre a derrota do América-MG na Libertadores e as vaias que recebeu logo depois da partida. O placar de 2 a 0 para o Independiente del Valle não foi o que os torcedores que estavam na Arena Independência esperavam. Mesmo com as críticas, o técnico do Coelho surpreendeu com a sua reação durante a entrevista coletiva. 

Ao invés de ficar incomodado ou irritado com a reação da torcida, Marquinhos Santos optou por dar razão ao torcedor. O treinador do América-MG concordou com as vaias e fez de tudo para defender o seu elenco. De acordo com o profissional, as críticas para a forma como o time está jogando tem que ser cobradas dele e não dos atletas que estão desempenhando dentro de campo. 

 

Canal - SportBuzz:

"Vai fazer a diferença, vai ser o fator diferencial (a presença da torcida). Sobre vaiar, tem que cobrar o treinador mesmo. Prefiro que cobrem do treinador do que dos jogadores. Eles fazem o que está sendo treinado, e isso no futebol é natural. Como é bom ter o torcedor de volta, mesmo xingando o treinador, depois de dois anos", afirmou o treinador do América-MG. 

Marquinhos Santos também relembrou que a torcida do Coelho gritou o seu nome depois da equipe conseguiu a vaga na Libertadores. O técnico contou que não se importa com as vaias e críticas e entende que a torcida tem o direito de reclamar. Mesmo assim, ele garantiu que está fazendo de tudo para colocar a equipe entre os principais times do Brasil e da América do Sul. 

Marquinhos Santos em ação
O América Mineiro estreou na fase de grupos da Libertadores com uma derrota para o Independiente del Valle  (Crédito: Marina Almeida)

"Assim como gritaram o nome quando alcançamos a vaga na Libertadores, é natural e aceito a crítica com tranquilidade. Não falta trabalho, responsabilidade e transparência. Enquanto for o comandante do América, estarei fazendo o melhor para o América, pelos meus jogadores. prefiro que xinguem e critiquem o treinador do que meus comandados”, finalizou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!