Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » LIBERTADORES

Torcedor do Flamengo morre antes de assistir à semifinal da Libertadores

Diego Rodrigues, de 26 anos, viajou de São Paulo até o Rio de Janeiro e morreu após passar mal na praia; ele comeu camarão pela primeira vez

Gabriela Santos Publicado em 23/10/2019, às 22h08

Diego Alves morreu horas antes da semifinal da Libertadores
Diego Alves morreu horas antes da semifinal da Libertadores - Arquivo Pessoal/ GloboEsporte.com

Morador de Mogi Mirim, Diego Rodrigues, de 26 anos, viajou, de ônibus, de São Paulo até o Rio de Janeiro para assistir à semifinal da Libertadores entre Flamengo e Grêmio.

O torcedor flamenguista, que tinha o sonho de conhecer o Maracanã, morreu nesta quarta-feira, 23, após passar mal na praia, horas antes da decisão do campeonato continental.

Como informado pelo GloboEsporte.com, os amigos contam que Diego passou mal depois de comer camarão pela primeira vez na vida, na praia de Copacabana. Ele deixa esposa e uma filha pequena, de acordo com o amigo Leonardo Alves.

Os amigos que viajaram junto com Diego venderam todos os ingressos para doar o dinheiro para a família. O grupo de quatro amigos embarcou de volta para Mogi no começo desta noite.

"Pagamos R$ 230 cada ingresso, e conseguimos R$ 3 mil para a família", disse Leonardo.

Diego nasceu no Rio de Janeiro e morava em Mogi Mirim há mais de 20 anos.

Eles viajaram para o Rio na noite da terça-feira, 22. Leonardo conta que fizeram uma “uma oração antes de embarcar para abençoar a viagem”. Na madrugada desta quarta-feira, às 5h, o grupo esperava o dia clarear para visitar a praia de Copacabana.

Assim que chegaram à praia, o grupo decidiu comer espetinhos de camarão. Diego, que nunca tinha comido camarão, decidiu experimentar.

“O Diego falou que nunca tinha comido camarão. Falei pra ele experimentar. Ele comeu só dois. Depois de quatro minutos, a voz dele já tinha mudado. Ele falou que a garganta estava formigando, e dois amigos nossos foram com ele procurar uma farmácia. O Diego nem chegou a atravessar a avenida em Copacabana. Acabou desmaiando”, disse Leonardo ao GloboEsporte.com.

Diego foi resgatado por um vendedor de peixe, que ofereceu levar o torcedor até o hospital, já que não conseguiram uma ambulância.

“Chegamos na porta do Hospital Copa Star, e a equipe logo atendeu ele. Prestaram os primeiros socorros, levaram para a UTI, mas foi tudo muito rápido. Foi um clima muito tenso, eles fizeram o que podiam, mas ele morreu", disse.

Diego será levado para Mogi Mirim por uma empresa funerária da cidade paulista, que fará o traslado do corpo.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!