Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Tite revela dívida com Atlético-MG e relembra queda para série B

Atual treinador da Seleção Brasileira, Tite relembrou o início da queda do Atlético-MG para a série B do Brasileirão e falou em dívida com o clube

Redação Publicado em 31/01/2022, às 16h09

Tite é um dos grandes destaques do Brasil e relembrou a passagem que teve pelo Atlético-MG - GettyImages
Tite é um dos grandes destaques do Brasil e relembrou a passagem que teve pelo Atlético-MG - GettyImages

O ano de 2005 foi um ano para entrar no esquecimento do Atlético-MG e também de sua torcida. Na época, o Galo não teve uma grande campanha no Brasileirão e acabou caindo para a série B. No início da competição, o treinador da equipe era Tite e o atual técnico da Seleção Brasileira não parece ter esquecido a frustração que teve naquela temporada. 

Considerado por muitos um dos responsáveis pela queda do Atlético-MG para a série B do Brasileirão, Tite contou nesta segunda-feira, 31, que se vê em dívida com o Galo. O treinador vai reencontrar o estádio do Mineirão e o local da partida remete a ao comandante da Seleção Brasileira um passado repleto de decepções. 

CANAL - SPORTBUZZ:

"Tenho sentimento muito grande (de estar em BH e no Mineirão), fiz grandes amigos na passagem pelo Atlético. Tenho pessoas com admiração especial. Fica um duplo sentimento de não ter feito meu melhor trabalho e insucesso no Atlético. Isso fica no sentimental, com senso de dívida, se pudesse colocar assim. Não de caráter ou conduta, mas de senso de resultado", afirmou o treinador durante a coletiva de imprensa.

Tite não parou por aí e deu mais detalhes dos seus sentimentos em relação ao seu trabalho no Atlético-MG em 2005. Segundo o treinador, ele não estava preparado para assumir um gigante brasileiro e explicou que gostaria de poder fazer diferente no clube alvinegro. Segundo ele, as coisas poderiam ser diferentes se ele tivesse o estudo que tem nos dis de hoje.

Tite em ação pela Seleção Brasileira
Tite teve uma rápida passagem pelo Atlético-MG e foi considerado como um dos culpados pela queda do Atlético-MG (Credito: GettyImages)

 

"Eu estava insuficientemente maduro, insuficientemente estudado, habilitado para dirigir o Atlético naquele momento. Nesse contexto todo. Eu era pouco para grandeza do Atlético e não estava formado. Continuo me formando. Desafio diário nosso, até porque se eu soubesse dos erros, eu não cometeria", seguiu falando sobre o rebaiamento do Atlético-MG para a série B.

"Burro não sou, eu pegaria e tiraria e faria só coisa correta. Estrutura da vida é assim", finalizou.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!