Sportbuzz
Testeira
Futebol / ESCLARECENDO...

Técnico do United revela conversa com Cristiano Ronaldo após chilique

Cristiano Ronaldo não gostou nem um pouco de ser substituído na partida entre United e Brentford, e rasgou o verbo ainda dentro de campo

Redação Publicado em 20/01/2022, às 08h00

Cristiano Ronaldo cumprimentando o técnico do United durante a substituição - GettyImages
Cristiano Ronaldo cumprimentando o técnico do United durante a substituição - GettyImages

Nesta quarta-feira, 19, a vitória do United por 3 a 1 diante do Brentford pela Premier League praticamente não foi comentada depois do chilique dado por Cristiano Ronaldo após a substituição feita pelo treinador Ralf Rangnick aos 25 minutos do segundo tempo. O craque se mostrou bem irritado depois de saber que sairia para a entrada do zagueiro Maguire.

O atacante, que retornou ao time inglês depois de ficar por dois jogos ausente por lesão, já saiu de campo reclamando bastante, e se sentou no banco de reservas com uma cara bem fechada de insatisfação. Percebendo que o clima não estava nem um pouco bom, Ralf Rangnick resolveu conversar com o português ainda com a partida rolando.

 

Canal - SportBuzz

Dessa forma, logo na sequência em que Marcus Rashford marcou o terceiro gol do United, aos 32 minutos, o treinador alemão se dirigiu ao lado de Cristiano Ronaldo no bando de reservas, sentou-se ao lado dele e começou a explicar sua decisão para a substituição. Depois da partida, Rangnick revelou como foi o papo com o craque do time.

"Ele me perguntou 'Por que eu? Por que você me tirou?'. Eu disse 'Ouça, Cristiano, você tem 36 anos, está em grande forma, mas quando você for um treinador, verá pelas lentes de um treinador'", disse o treinador.

"Meu trabalho é tomar decisões pensando no interesse do time e espero que ele veja do mesmo jeito", completou Ralf Rangnick segundo informações da imprensa inglesa.

Cristiano Ronaldo saindo do jogo do United
Cristiano Ronaldo saindo de campo após a substituição do técnico do United (Crédito: GettyImages)

 

Ainda de acordo com os detalhes dos veículos esportivos locais, o treinador do United revelou ter uma certa preocupação com um possível novo deslize do time, e lembrou da última partida da equipe, que começou abrindo um 2 a 0 sobre o Aston Villa, mas permitiu que o rival empatasse na sequência.

"É normal (a reclamação de Cristiano Ronaldo). Ele é um atacante, quer fazer gols. Mas precisa ter em mente que nós temos outro jogo daqui a três dias (contra o West Ham). Estava 2 a 0, o mesmo placar contra o Aston Vila, e eu senti que precisava defender a liderança dessa vez com três defensores", contou o comandante.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!