Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

Superliga: Presidentes de Manchester United e Juventus teriam renunciado cargo

Manchester United e Juventus eram um dos times que encabeçavam a Superliga

Redação Publicado em 20/04/2021, às 15h52 - Atualizado às 16h42

Dois dos times que encabeçavam a Superliga, Juventus e Manchester United perderam seus presidentes
Dois dos times que encabeçavam a Superliga, Juventus e Manchester United perderam seus presidentes - GettyImages

A terça-feira, 20, está sendo de grande reviravolta no futebol europeu. Após Manchester City e Chelsea sofrerem pressão de seus torcedores e indicarem a saída da Superliga, outros times estão tendo diversas demissões e desistências de muitos dirigentes importantes.

 

De acordo com o site "The Athletic", um dos que não aguentaram a pressão e acabaram deixando o Manchester United foi Ed Woodward. O presidente dos Red Devils não suportou as pressões em torno da entra da equipe na Superliga e deve deixar o clube. 

Assim como ele, outro que também pode estar renunciandoa o cargo de presidente é Andrea Agnelli na Juventus. O cartola, que seria um dos dirigentes que mais lideraram os 12 gigantes europeus em prol da criação da nova liga também estaria de saída, pelo menos é o que afirma a página "TalkSPORT". 

UEFA DEVE PUNIR CLUBES DA SUPERLIGA! 

Depois de 12 gigantes europeus anunciarem a criação da Superliga, a Uefa e Fifa se mostraram no dever de dar uma resposta à altura dos clubes. Dessa maneira, nesta segunda-feira, 19, a entidade publicou uma nota oficial sobre a possibilidade de punição desses times. 

"A UEFA, a Federação Inglesa de Futebol e a Premier League, a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) e a LaLiga, a Federação Italiana de Futebol (FIGC) e a Lega Serie A souberam que alguns clubes ingleses, espanhóis e italianos podem estar a planear o anúncio da criação de uma liga fechada, conhecida como Superliga Europeia", escreveu em nota. 

Deixando claro o apoio de algumas ligas ao seu lado, a Uefa deixou claro que pode proibir esses clubes da Superliga de participar de competições nacionais:"Conforme anunciado anteriormente pela FIFA e pelas seis Confederações, os clubes em questão serão proibidos de jogar em qualquer outra competição a nível nacional, europeu ou mundial, e os seus jogadores podem ser impedidos de representar as suas selecções nacionais".

Logo depois dessa manifestação da Uefa em relação a criação de um novo campeonato, encabeçado por times como Manchester United, Barcelona, Juventus e Real Madrid, foi divulgada uma carta pela "Associated Press". Nela, os clubes da Superliga afirmam que já acionaram a Justiça afim de impedir as punições citadas na nota acima. 

CONFIRA ALGUNS TRECHOS DA CARTA ABERTA FEITA PELA SUPERLIGA!

"Essas ameaças nos levaram a tomar medidas protetivas que nos protegerão de qualquer reação adversa, que poderiam não só atrapalhar os compromissos dos clubes fundadores mas que, acima de tudo, seria contra a lei"

"Por este motivo, a Superliga já entrou com ações judiciais nas instâncias relevantes para garantir que a nova competição possa ser estabelecida e inicie suas operações de acordo com todas as leis vigentes"

"A competição será jogada juntamente com as ligas domésticas e as competições continentais já existetes, que são peça-chave para o desenvolvimento do futebol europeu. Nós não queremos tomar o lugar da Champions League ou da Europa League, mas sim competir e existir ao lado desses torneios".


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!