Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / COPA DO BRASIL

Sport é derrotado pela Juazeirense e cai na primeira fase da Copa do Brasil pelo 3º ano seguido; jogo fica parado por mais de 1h

Em jogo com duas viradas, Leão não consegue o empate e é eliminado na estreia da competição. Partida foi interrompida por conta da iluminação

Redação Publicado em 10/03/2021, às 22h48 - Atualizado às 22h53

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Sport é derrotado pela Juazeirense e cai na primeira fase da Copa do Brasil pelo 3º ano seguido - Transmissão/ Premiere
Sport é derrotado pela Juazeirense e cai na primeira fase da Copa do Brasil pelo 3º ano seguido - Transmissão/ Premiere

Em duelo que contou com duas viradas de placar, o Sport foi derrotado por 3 a 2 pela Juazeirense-BA nesta quarta-feira, 10, no EstádioAdauto Moraes, pela primeira fase da Copa do Brasil. O Leão da Ilha tinha a vantagem do empate para avançar à segunda fase, mas caiu pela terceira vez seguida nesta etapa da competição.

O time de Jair Ventura chegou virou o placar com Ronaldo Henrique e Mikael ainda no primeiro tempo, mas sofreu gols de Clébson e Dedé. O atacante Kesley abriu o placar para o Cancão. Na próxima fase, a Juazeirense vai enfrentar o vencedor de Castanhal x Volta Redonda, que se enfrentam na próxima semana.

A princípio, a Juazeirense está classificada para a segunda fase, mas a tendência é de que o resultado do jogo tenha desdobramentos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva por conta das circunstâncias da partida.

A partida foi parada por diversos incidentes no segundo tempo no estádio Adauto Moraes. O sistema de irrigação do estádio começou a funcionar duas vezes e, já no fim do jogo, os refletores se apagaram. Quando restava apenas seis minutos para o fim, o jogo ficou 25 minutos paralisado por conta da iluminação. Depois, novamente, o duelo foi interrompido por mais de 1 hora. 

Em entrevista ao SporTV, o diretor do Sport, Augusto Caldas, desabafou sobre a situação.

“Estamos incrédulos com tudo que está acontecendo. A partir do momento que a Juazeirense virou o jogo, começou água no campo, depois jogador teve choque no alto, a ambulância entrou de forma completamente louca. Depois começou a apagar a luz. Isso não é futebol. É uma apelação. Como pode a Juazeirense usar isso para ganhar jogo? Isso é absurdo. Rodrigo Calaça conversou com meu treinador e disse: 'Me desculpa, nós não compartilhamos disso, isso é coisa do diretor e do presidente'. Futebol não precisa disso. Ficamos estarrecidos como isso está acontecendo ”, disse Augusto Caldas.

Com equipes alternativas no Estadual e na Copa do Nordeste, o Sport entrou em campo com força máxima pela primeira vez na temporada 2021. O Leão acabou surpreendido pelo Cancão fora de casa e foi eliminado nesta fase da competição pelo terceiro ano consecutivo.  

A Juazeirense abriu o placar no primeiro minuto de jogo, com gol de Kesley. O Sport chegou a virar com Ronaldo Henrique e Mikael, mas não fez um jogo convincente. Com a vantagem, o Leão da Ilha foi surpreendido logo no início da segunda etapa, quando Clébson empatou o duelo.

O Cancão fez a segunda virada do jogo aos 21 minutos da etapa final, depois que o zagueiro Dedé aproveitou o lançamento na área. No fim, o centroavante Mikael acertou o pé no rosto do defensor da Juazeirense, que ficou apagado no gramado. Ele deixou o campo consciente após receber atendimento médico.

O Sport volta a campo no próximo domingo, 14, às 16h (de Brasília), em jogo contra o Santa Cruz, pela terceira rodada do Campeonato Pernambucano. A Juazeirense recebe o Bahia de Feira no mesmo dia e horário, pela quinta rodada do Campeonato Baiano.

O JOGO

A Juazeirense abriu o placar logo no primeiro minuto de partida. Clébson fez a cobrança de falta de longe e Luan Polli defendeu. No rebote, Kesley apareceu para empurrar para o gol: 1 a 0.

O Sport quase empatou dois minutos depois. Após cobrança de falta na área, Rafael Thyerre subiu e acertou uma cabeceada no travessão. No bate e rebate, Mikael mandou um chute forte e acertou a cabeça do volante da Juazeirense.

O Leão empatou aos 10 minutos do primeiro tempo. Patric foi derrubado na área e o árbitro marcou o pênalti para o Leão. Ronaldo Henrique foi para a cobrança, deslocou o goleiro Rodrigo Calaça e mandou para a rede: 1 a 1.

Aos 20, o time de Jair Ventura virou o jogo. No lance, Sander recuperou a bola na entrada da área, chutou e acertou a trave. Mikael aproveitou o rebote para colocar o Leão na frente do placar: 2 a 1.

O Sport perdeu uma linda chance de ampliar a vantagem no fim do primeiro tempo, aos 44 minutos. O meia Gustavo Oliveira se livrou da marcação e, de longe, mandou um chute muito perto do gol.

Da mesma forma que começou o primeiro tempo, a Juazeirense iniciou a segunda etapa com gol. Após lançamento na área pela direita, o meia Clébson subiu e cabeceou para o fundo das redes logo no primeiro minuto.

O Cancão ameaçou mais uma vez aos três minutos. O zagueiro Jamerson aproveitou a cobrança de escanteio de Clébson para cabear muito perto do gol.

O Sport perdeu grande chance de liderar o placar aos 11 minutos. Gustavo fez o lançamento para Ewerthon, que arrancou pela esquerda e dividiu com o goleiro com apenas um marcador. O atacante do Leão acabou se atrapalhando com os pés na hora da finalização, mandando a bola para fora.

Em outra chegada do Leão, Patric cruzou pela direita e Marcão cabeceou para o gol, mas Calaça salvou debaixo das traves.

A Juazeirense voltou a liderar o placar aos 21 minutos do segundo tempo. Após lançamento, zagueiro Dedé apareceu na área para mandar para o gol: 3 a 2.

Durante o segundo tempo, o sistema de irrigação começou a funcionar no estádio Adauto Moraes.

Aos 40 minutos, um lance preocupou os jogadores. Mikael acertou o pé no rosto de Dedé, e o zagueiro ficou apagado o gramado. Pouco depois, Dedé voltou a abrir os olhos, mas recebeu o atendimento médico.

O Sport ainda teve mais uma chance quando Thyerre recebeu o lançamento de Patric e cabeceou muito perto do gol, aos 46 minutos.

Por conta dos incidentes, a arbitragem acrescentou 11 minutos de partida. Mas parte dos refletores do estádio se apagaram aos 48 minutos.

A partida foi retomada depois de 25 minutos, mas parte dos refletores se apagaram mais uma vez na volta.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!