Sportbuzz
Testeira
Futebol / BRAVO!

Seleção Brasileira: Tite detona Conmebol e critica antijogo da Argentina

Seleção Brasileira perdeu para a Argentina e Tite ficou irritado com a Conmebol

Redação Publicado em 11/07/2021, às 11h40 - Atualizado às 11h55

Tite não ficou feliz com a Conmebol e também com, o título da Copa América da Argentina - GettyImages
Tite não ficou feliz com a Conmebol e também com, o título da Copa América da Argentina - GettyImages

Tite não saiu feliz com a perda do título da Copa América. Em entrevista coletiva, logo após a derrota para a Argentina, o treinador da Seleção Brasileira aproveitou o momento para criticar a Conmebol, ressaltar a conquista dos rivais, mas também alertar em relação ao antijogo praticado pela Albiceleste ao longo dos 90 minutos.

Começando pela Conmebol, Tite não aliviou para o lado dos organizadores da Copa América. O técnico da Seleção Brasileira deixou clara a sua instaisfação com todos os problemas que o Brasil passou ao longo do torneio e saiu insatisfeito com diversos fatores que envolveram a competição. 

"O tempo junto, sim (foi importante). A organização da competição, muito rápida, ficou devendo muito. Qualidade dos gramados... nós quase perdemos o Weverton em um treinamento, porque o gramado trancou e ele teve luxação de dedo, foi uma exposição dos atletas em cima de pouco tempo, o que é impossível diante da grandeza da competição", afirmou.

"Estou falando especificamente sobre o responsável, Alejandro, que é o presidente da Conmebol. Estou falando dele, por ter organizado uma competição em tão curto espaço de tempo", completou em recado direto para o presidente da Conmebol. 

Além das críticas para a organização do torneio, Tite também aproveitou para dar uma alfinetada no antijogo da Argentina. O treinador da Seleção Brasileira se mostrou insatisfeito com a maneira como a seleção Albiceleste se comportou, mas não deixou de parabenizar os adversários. 

"O sentimento é de tristeza, mas primeiro de reconhecimento do outro lado. Se não for assim, a gente faz do futebol como o que ganha é bom e o que perde é terra arrasada. Temos que olhar o outro lado. Aqui tem um profissional que tem um pouco de lastro para saber reconhecer o outro lado. Teve o trabalho, a qualidade técnica individual, teve as estratégias, teve o seu tempo, e fez um enfrentamento, com efetividade e conseguiu conquistar. Prefiro reputar e reconhecer o outro lado pelo valor da vitória", explicou. 

"O que vou falar é que teve um jogo picotado, que a gente queria jogar, mas o que tinha era antijogo, cavando faltas o tempo todo, demora para bater, árbitro... não deu ritmo, a gente queria jogar. A estratégia foi picotar, enfim. Defensivamente é uma equipe muito bem postada, com o goleiro vindo muito bem, com uma linha de quatro com qualidade, peça de reposição importante. Volto a dizer: tem mérito do outro lado. Tem só esse fator que talvez estivesse se referindo o César (Sampaio, auxiliar), que é o antijogo, mas temos que passar por cima disso", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!