Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / SELEÇÃO BRASILEIRA!

Seleção Brasileira: Tite planeja mudanças para amistoso e terá cortes

Seleção Brasileira terá novidades no elenco para o amistoso contra o Japão, mas Tite ainda terá que lidar com o corte de pelo menos quatro atletas

Redação Publicado em 03/06/2022, às 08h02

Seleção Brasileira terá mudanças para próximo amistoso - Lucas Figueiredo/CBF/Flickr
Seleção Brasileira terá mudanças para próximo amistoso - Lucas Figueiredo/CBF/Flickr

A Seleção Brasileira vai passar por alterações antes do próximo amistoso, contra o Japão, em Tóquio, nesta segunda-feira, 6, às 7h20 (horário de Brasília). Isso porque o técnico Tite planeja fazer algumas mudanças no time que vai entrar em campo, apesar de já ter declarado que ficou satisfeito com o que viu no primeiro compromisso contra a Coreia do Sul.

Na partida, a Seleção Brasileira goleou por 5 a 1 os donos da casa, e por conta do resultado positivo, Tite quer usar o próximo, e último jogo da equipe nessa data Fifa antes do início da Copa do Mundo do Catar para dar chance aos demais atletas que foram convocados, mas que não estiveram em ação, além de poder fazer observações.

Canal - SportBuzz

Um exemplo dessa mexida do treinador na equipe é com Vini Jr., que foi reserva no jogo em Seul, mas que pode acabar integrando a equipe titular. Além disso, deve ainda haver mudanças na lateral esquerda, onde três jogadores foram convocados. Além do titular Alex Sandro,Guilherme Arana e Alex Telles também viajaram à Ásia e podem ter suas oportunidades.

Apesar de ser fundamental testar novas formações e principalmente observar as peças que ainda não estiveram em campo para montar um time realmente forte, Tite já avisou que não vai fazer uma transformação completa no elenco, com o objetivo maior de conseguir preservar a estrutura original já pensada por ele para a seleção.

Seleção Brasileira durante o treinamento para o amistoso
Seleção Brasileira durante o treinamento para o amistoso (Crédito: Lucas Figueiredo/CBF/Flickr)

"Manter padrão e dar sentido de organização para a equipe. Quando não tem sentido de organização, você não está dando oportunidade, está jogando atleta para dentro de campo. A gente procura ajustar. Também queremos oportunizar, mas em cima do que os jogadores fazem no clube e aqui na Seleção", disse o treinador.

Os cortes

Além de lidar com as mudanças, Tite também terá que se adaptar com pelo menos quatro novos cortes na lista de convocados. Assim como aconteceu contra a Coreia do Sul, os atletas serão retirados do banco de reservas. Por determinação da International Board (Ifab), até 23 atletas podem ser relacionados por jogo, sendo que três deles precisam ser goleiros.

Nesse sentido, Tite atualmente conta com 27 convocados à disposição. No último compromisso, os zagueiros Gabriel Magalhães, que se recupera de lesão muscular na coxa esquerda, e Éder Militão, que se apresentou depois; além do meio-campista Danilo e do atacante Gabriel Martinelli foram vetados da partida.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!