Sportbuzz
Testeira
Futebol / ESQUENTA LIBERTADORES!

Seis craques brasileiros que nunca ganharam uma Libertadores; veja lista!

A Copa Libertadores da América é o torneio de futebol mais importante da América Latina, mas mesmo assim grandes ídolos do futebol brasileiro nunca conseguiram levantar esta taça

Lucas Cesare Publicado em 25/11/2021, às 16h32 - Atualizado às 16h42

Craques brasileiros que nunca ganharam uma Libertadores - Getty Images
Craques brasileiros que nunca ganharam uma Libertadores - Getty Images

Se consagrar campeão da Copa Libertadores é um dos maiores sonhos dos jogadores de futebol que atuam em times da América Latina. Assim como a taça da Champions League é importante para os clubes europeus, a ‘Liberta’, como é popularmente conhecida, é o maior sonho de consumo das equipes sul-americanas.

O Brasil é o segundo país com mais títulos de Libertadores somando todos os seus clubes, com 21 no total (já somando o título que será vencido ou por Palmeiras ou por Flamengo na grande final do próximo sábado, 27), ficando atrás apenas da Argentina, que possui 25 troféus.

 

 

Craques do futebol brasileiro já tiveram o prazer de conquistar pelo menos uma Libertadores durante a carreira. Grandes nomes como: Pelé, Zico, Ronaldinho Gaúcho, Neymar, entre outros. Mas ainda assim, muitos jogadores que fizeram história no futebol nacional não conseguiram conquistar a ‘Glória Eterna’.

Pensando nisso, o SportBuzz preparou para vocês uma lista com seis grandes jogadores do futebol brasileiro que nunca conquistaram um título de Libertadores:

Romário

Eleito melhor jogador do mundo em 1994, campeão por onde passou, Romário não tem um título de Libertadores para chamar de seu. Mesmo com brilhantes passagens no futebol brasileiro por Vasco, Flamengo e Fluminense, o baixinho disputou o torneio apenas uma vez, em 2001, atuando pelo cruzmaltino, quando foi eliminado pelo Boca Juniors nas quartas.

No Brasil, Romário atuou por Vasco, Flamengo e Fluminense (Créditos: Getty Images)

 

Ronaldo Fenômeno

Um dos maiores jogadores de futebol que já vestiu a camisa da Seleção Brasileira, Ronaldo disputou três edições de Libertadores durante sua carreira, mas fracassou em todas elas.

Em 1994, quando surgiu no Cruzeiro, o atacante foi até as oitavas de final, onde a Raposa foi eliminada pelo Unión Española. Depois, pelo Corinthians, disputou as edições de 2010 e 2011, caindo para Flamengo (nas oitavas) e Tolima, ainda na fase pré-Libertadores.

Kaká

Melhor do mundo em 2007, Kaká nunca nem teve a oportunidade de disputar uma Libertadores. Após obter destaque no São Paulo entre 2001 e 2003 (clube não disputou o torneio nestes anos), o jogador foi vendido ao Milan ainda muito jovem e permaneceu na Europa por quase toda a sua carreira. De volta ao Tricolor em 2014, o time também não participou da competição.

Adriano Imperador

Um dos melhores ‘camisas 9’ que o Brasil já teve (apesar de não ter conseguido obter todo o sucesso que poderia), Adriano disputou quatro edições de Libertadores, cada uma por um clube diferente, mas em nenhuma delas conseguiu levantar o troféu (mas passou MUITO perto).

A primeira vez que o centroavante disputou o torneio foi em 2008, vestindo a camisa do São Paulo, e chegou até as quartas. Depois, pelo Flamengo, em 2010, foi eliminado novamente nas quartas. Em 2012, chegou a ser inscrito pelo Corinthians no torneio, mas deixou o clube em março e não esteve presente na campanha do título alvinegro. E por fim, em 2014, disputou pelo Athletico-PR, onde marcou seu único gol na competição.

Adriano disputou quatro edições de Libertadores por times diferentes (Créditos: Getty Images)

 

Rivaldo

Outro jogador que já foi eleito melhor do mundo, mas nunca conquistou a ‘Glória Eterna’. Vencedor da ‘Bola de Ouro’ de 1999, Rivaldo disputou apenas uma edição de Libertadores, pelo Cruzeiro, em 2004, mas sua passagem pela Raposa não durou muito tempo e o atacante não conseguiu ajudar a equipe a conquistar o título.

Rivaldo foi eleito o melhor jogador do mundo de 1999 (Créditos: Getty Images)

 

Roberto Carlos

Único jogador da nossa lista que não costumava jogar como atacante (mas conhecia muito bem o caminho do gol), Roberto Carlos disputou quatro edições de Libertadores, mas não levantou nenhum troféu.

No início da carreira, revelado pelo Palmeiras, o lateral esquerdo disputou as edições de 1994 e 1995, quando foi eliminado nas oitavas e nas quartas, respectivamente. Depois, após passar praticamente toda a carreira na Europa, o jogador retornou ao Brasil para atuar pelo Corinthians, onde disputou as edições de 2010 e 2011 e, assim como Ronaldo Fenômeno, também não foi feliz.

Roberto Carlos quando atuava pelo Real Madrid (Créditos: Getty Images)

 


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!