Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / BRASILEIRÃO!

São Paulo: Rogério Ceni defende Thiago Couto após falha contra o Inter

São Paulo empatou em 3 a 3 com o Internacional na noite desta quarta-feira, 20, jogando no Beira-Rio, e viu seu goleiro cometendo alguns erros

Redação Publicado em 21/07/2022, às 07h20 - Atualizado às 09h40

Goleiro do São Paulo, Thiago Couto - Rubens Chiri/SaoPauloFC/Flickr
Goleiro do São Paulo, Thiago Couto - Rubens Chiri/SaoPauloFC/Flickr

O São Paulo acabou empatando com o Internacional em 3 a 3 na noite desta quarta-feira, 20, jogando no Beira-Rio pelo Brasileirão. Depois da partida, o técnico Rogério Ceni saiu em defesa do goleiro reserva da equipe, Thiago Couto, que foi duramente criticado por parte da torcida por conta da falha no primeiro gol adversário e por ter cometido um pênalti em Alemão.

"O Thiago eu converso sempre com ele, é um garoto, poucos jogos no profissional, menino que trabalha muito todos os dias. Acho que no segundo tempo ele foi mais seguro, participou mais, saiu mais. É um processo natural, você vai adquirindo experiência, vai ganhando confiança. Não vejo culpa dele nos gols", disse o treinador Tricolor antes de completar.

Canal - SportBuzz

"Acho que fez um ótimo segundo tempo, com lançamentos precisos, goleiro que trabalha bem com os pés. O gramado favorece muito, no mesmo nível ou melhor que o Morumbi. Dá gosto de jogar num lugar assim", apontou Rogério Ceni, que ainda ouviu de alguns torcedores que o segundo gol do Internacional também só saiu por conta do erro do goleiro.

Para o confronto do Brasileirão, Rogério Ceni foi praticamente obrigado a colocar Thiago Couto como titular, já que Jandrei segue no departamento médico do clube se recuperando de uma pancada nas costas. Outro jovem goleiro, Young, de apenas 20 anos e que ainda não fez a sua estreia atuando pelo profissional, acabou sendo o reserva imediato.

Treinador do São Paulo, Rogério Ceni
Treinador do São Paulo, Rogério Ceni (Crédito: Rubens Chiri/SaoPauloFC/Flickr)

Isso aconteceu porque o treinador está tendo que lidar com diversos desfalques na equipe neste momento. Para se ter uma ideia, ao todo foram 12 desfalques na equipe do São Paulo, sendo que dez deles por lesão, como Jandrei, Miranda, Léo, Reinaldo, Alisson, Arboleda, Caio, Luan, André Anderson e Walce, além de Calleri e Patrick, que estavam suspensos.

"Metade do time hoje foi categoria de base. Conseguimos fazer boas combinações de passe. Perdemos muito na bola aérea hoje, nosso time era muito baixo, só Beraldo e Luizão mais altos. Era uma coisa prevista. Dentro do que tínhamos hoje... perdi Miranda na quinta-feira, Léo domingo", explicou o treinador Tricolor.

"Se eu perder o Diego, perco tudo o que tenho pela frente. Rafinha fez uma nova partida boa nessa posição. Luizão ou Beraldo junto com alguém mais velho tem um rendimento maior. Os dois juntos sofrem um pouco mais por serem mais calados", finalizou o comandante do São Paulo, que apesar de ter visto um placar amplo, levou somente um ponto para casa.

Próximos compromissos

Agora querendo tirar esse empate da cabeça, o São Paulo tem pela frente o duelo contra o Goiás, em casa, neste sábado, 23, às 19h (horário de Brasília). Na semana seguinte, mais precisamente na quinta-feira, 28, às 20h (horário de Brasília), recebe o América-MG para o primeiro jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, tendo que decidir a vaga fora de casa.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!