Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » COMPLICADO

São Paulo continua vivendo crise financeira e diretoria cogita estender corte salarial dos jogadores, diz site

A ideia é que a redução de 50% permaneça até o fim deste ano

Izabella Macedo Publicado em 25/06/2020, às 15h54

São Paulo continua vivendo crise financeira e diretoria cogita estender corte salarial dos jogadores, diz site
São Paulo continua vivendo crise financeira e diretoria cogita estender corte salarial dos jogadores, diz site - GettyImages

Meses se passaram e nada de a crise financeira vivida pelo São Paulo se amenizar. Diante disso e ainda sem poder contar com os valores de bilheteria e vendas de camisas, o clube Tricolor precisou recorrer a outras medidas para reduzir gastos e assim, tentar melhorar sua situação.

De acordo com o site Globo Esporte, uma das várias possibilidades que estão sendo debatidas pela diretoria e pelo setor financeiro é a manutenção do corte salarial dos jogadores em 50% até o fim deste ano.

Caso essa medida seja realmente implementada, não haverá reembolso aos atletas, como antes estava previsto na tentativa de acordo sem sucesso com os jogadores bem no início da pandemia de coronavírus.

Isso só aconteceria em caso de novas receitas nos próximos meses, como premiações por títulos, por exemplo. Neste momento, a publicação destaca que tanto o prazo quanto a porcentagem desse possível novo corte estão indefinidos.

Antes de tomar uma decisão, o São Paulo pretende buscar entendimento com os atletas. O assunto é considerado muito delicado no clube.

A ideia inicial era fazer um corte salarial em bloco com os outros grandes clubes de São Paulo, mas com o tempo foi perdendo força. Isso porque as situações financeiras de São Paulo, Corinthians, Palmeiras e Santos são diferentes.

A discussão de medidas de corte nos gastos foi tema da reunião deste mês de junho do Conselho de Administração com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. A diretoria apresentou essa e outras possibilidades de cortes.

O Conselho de Administração entende que neste momento, medidas drásticas são necessárias para conter a crise e o assunto deve ser debatido novamente nas próximas reuniões, mesmo que o conselho não tenha poder de determinar ações práticas no futebol.

De qualquer forma, o corte salarial dos jogadores é visto como uma das discussões consideradas inevitáveis, justamente por se tratar da maior despesa no departamento de futebol.

Nesta semana, inclusive, o presidente Leco afirmou que vender jogadores será uma questão de sobrevivência depois da pandemia.

Além das vendas, algumas possibilidades para conter a crise são apontadas, como: Renegociar contratos com altos valores, acrescentando a opção de aumentar o tempo de vínculo, e negociar rescisão com alguns atletas. Uma ideia seria alongar dívidas para 2021, diante do impacto do novo coronavírus nas finanças.

Um pequeno alívio nos cofres foi a venda de Antony para o Ajax, que está com saída programada para julho. Com esse negócio, está previsto que o São Paulo receba 9,75 milhão de euros no momento da saída e outros 6 milhões de euros no fim do ano. 
 
Esse valor será maior em relação a fevereiro, quando a negociação foi fechada, por conta da alta do euro durante a pandemia.

5 itens que todo torcedor do São Paulo vai desejar ter

1- Livro Maquete 3D Estádio Morumbi - https://amzn.to/31tWfqc

2- Camisa Bolsa Recipiente Térmico São Paulo - https://amzn.to/2VUtaDf

3- Jogo com 2 Baralhos do São Paulo na Lata - https://amzn.to/31vtE3U

4- Cantil para Bebida São Paulo - https://amzn.to/31lNyOQ

5- Kit com Camisa do São Paulo e Mochila Oficial  - https://amzn.to/32uYTNR

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!