Sportbuzz
Testeira
Futebol / SANTOS

Santos: Polícia identifica três envolvidos em ameaças a Diego Tardelli

Atacante do Peixe sofreu emboscada após eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil

Redação Publicado em 16/09/2021, às 17h02

Santos: Polícia identifica três envolvidos em ameaças a Diego Tardelli - Instagram
Santos: Polícia identifica três envolvidos em ameaças a Diego Tardelli - Instagram

A Polícia Civil identificou três pessoas envolvidas na emboscada ao carro de Diego Tardelli na última terça-feira, 14, após a eliminação do Santos para o Athletico-PR nas quartas de final da Copa do Brasil. O atacante do Peixe teve o veículo depredado e chegou a sofrer ameaças.

De acordo com o setorista Lucas Musetti Perazolli, da “Gazeta Esportiva”, a Polícia contou com a ajuda da Torcida Jovem para identificar os envolvidos. Presidente da torcida, Deco afirmou que os agressores agiram por conta própria e que vão se apresentar ao 2º DP de Santos nesta sexta-feira.

Santos lamenta ataques a carro de Tardelli

O Santos divulgou uma nota na tarde desta quarta-feira, 15, para lamentar as ameaças sofridas pela atacante Diego Tardelli após a eliminação do Peixe nas quartas de final da Copa do Brasil. Momentos depois de deixar a Vila Belmiro, o jogador teve seu carro depredado.

Na noite da última terça-feira, o time foi derrotado por 1 a 0 pelo Athletico-PR, pelo jogo de volta das quartas de final da competição nacional. Após a eliminação, um grupo de torcedores esteve no portão da Vila Belmiro para fazer cobranças ao time alvinegro.

Pelas redes sociais, Tardelli revelou que foi perseguido por um grupo, que depredou seu carro no caminho de volta para casa.

“Parei no sinal, me fecharam e começaram a quebrar meu carro, chutar, amassar, dizer que eu ia morrer. Aquela tortura que fazem quando as coisas não vão bem. Fiquei triste e chateado. Contando alto, 10 pessoas, 10 torcedores, 10 vândalos. Torcida tem direito de cobrar, fase não é das melhores, mas isso não justifica o que eu passei”, disse o atacante.

Em nota, o Santos repudiou as ameaças ao jogador e chamou de “bandidos” os responsáveis pelo ataque.

Leia a nota na íntegra

Sobre o episódio ocorrido durante a madrugada com o jogador Tardelli e com outros membros do elenco, com ameaças, perseguições, emboscadas e atos de depredação, o Santos FC repudia veementemente a atitude de vândalos travestidos de torcedores e ressalta que dará todo o apoio para que as medidas legais sejam adotadas para o reconhecimento e a punição dos agressores.

O Clube não reconhece essas pessoas como torcedores e sim como bandidos. A torcida tem o direito de protestar sobre os resultados, desde que de forma civilizada.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!