Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » LIBERTADORES

Em ofício, Santos cobra providências da Conmebol após polêmica de arbitragem

Peixe contesta não marcação de pênalti em Marinho, no empate em 0 a 0 com o Boca Juniors

Redação Publicado em 07/01/2021, às 15h17 - Atualizado às 15h19

Santos envia ofício à Conmebol e cobra providências após polêmica de arbitragem
Santos envia ofício à Conmebol e cobra providências após polêmica de arbitragem - GettyImages

O jogo entre Boca Juniors e Santos, pela semifinal da Libertadores, segue rendendo debate. O empate em 0 a 0, na Bombonera, foi marcado por uma polêmica de arbitragem e, nesta quinta-feira, 07, o Peixe enviou um ofício para Conmebol, CBF e Federação Paulista de Futebol.

No documento enviado pelo presidente do Santos, Andres Rueda, o clube reclama de um pênalti não marcado em cima de Marinho, e cobra providências da entidade sul-americana para que “isso não ocorra mais”.

No lance contestado pelo Peixe, o camisa 11 infiltrou na área do time argentino e foi tocado por Izquierdoz, já sem a disputa da bola. O VAR analisou a jogada e orientou o árbitro Roberto Tobar a seguir com a partida, sem sequer avaliar no monitor. Nesta quinta, a entidade divulgou o áudio decisão da arbitragem de vídeo. 

“Mais uma vez presenciamos um episódio que não condiz com as recentes melhorias, os investimentos e os pilares de desenvolvimento da Conmebol nos últimos dois anos”, disse Andres Rueda, na nota oficial.

O Santos atambém contesta o fato de o árbitro não ter analisado o lance pelo monitor. 

“Já chega! Está acontecendo com muitos clubes e solicitamos que isso não ocorra mais e, principalmente, os atos não fiquem impunes”, completou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!