Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » EITA!

Samuel Eto’o cita Guardiola: “Sou apaixonado por ele como técnico, não como pessoa”

Atacante revelou como foi trabalhar com um dos maiores treinadores de todo o mundo

Pedro Ungheria Publicado em 08/10/2019, às 08h55

Samuel Eto'o desabafa sobre possibilidade de atuar como técnico
Samuel Eto'o desabafa sobre possibilidade de atuar como técnico - GettyImages

Samuel Eto’o foi uma das presenças mais esperadas da cerimônia Aspire Global Summit, em Doha, no Catar. O ex-jogador, que, recentemente anunciou sua aposentadoria, participou de um bate-papo bem descontraído com os jornalistas presentes no evento e entrou em diversos assuntos, porém, o que deu o que falar foi sobre os treinadores que já o comandaram.

Questionado sobre o método de trabalho dos grandes nomes com quem já atuou, como Mourinho e Guardiola, o camaronês fez questão de afirmar que o melhor técnico com quem já trabalhou não tem tanta expressividade como os citados anteriormente, mas, influenciou muito em sua carreira.

“O melhor treinador que tive? Cada um é especial. Não é fácil eleger um, mas, se tenho que ficar com um, é Luis (Aragonés)”, declarou o ex-atacante.

Justificando sua fala, o astro de 38 anos disse: “Luis tinha muita personalidade, mas sabia jogar com essa personalidade. Era como um pai. Seria uma grande honra me parecer com ele como técnico”.

Quando foi levantada uma questão de sua proximidade com Pep Guardiola, Eto’o disse que viveu o ápice de sua carreira no Barcelona comandado pelo treinador, afinal, além dos maiores nomes do futebol mundial, o elenco era gerido por um grande profissional.

“Estou apaixonado por ele como treinador, não como pessoa. Com ele aprendi a jogar futebol. O interpretava melhor que ninguém. Naquele Barcelona, eu dizia ao Ronaldinho quando entrávamos em campo: ‘vamos ver quem dá mais rolinhos. Éramos muito superiores”, revelou o ex-jogador.

Por fim, questionado sobre a possibilidade de seguir no futebol, só que como comandante, o camaronês afirmou que tudo depende dos estudos, da entrega e a preparação para que seja um bom profissional, mesmo sabendo que já teria sido citado por Mourinho como um possível bom treinador, o atleta seguiu com os pés no chão.

“Fiquei feliz que Mou (José Mourinho) que eu poderia ser um bom treinador. Mas nem todos os que tiveram uma boa carreira no futebol foram bons treinadores”, finalizou.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!